Sportbuzz
Testeira
Futebol / LIBERTADORES!

Corinthians: Vítor Pereira elogia comportamento em campo, mas lamenta

Corinthians empatou com o Deportivo Cali nesta quarta-feira, 4, pela Libertadores depois de perder um pênalti no segundo tempo e adiar a classificação

Redação Publicado em 05/05/2022, às 08h28

Treinador do Corinthians, Vítor Pereira - GettyImages
Treinador do Corinthians, Vítor Pereira - GettyImages

O Corinthians perdeu a oportunidade de levar a vitória para casa na Libertadores nesta quarta-feira, 4, quando diante do Deportivo Cali ficou apenas no empate em 0 a 0. A equipe Alvinegra perdeu um pênalti no segundo tempo, mas ainda assim teve seu desempenho bastante elogiado pelo comandante Vítor Pereira, que lamentou não ter movido o placar.

"Para ser honesto, merecíamos ter saído daqui com os três pontos, fomos a melhor equipe em campo e criamos situações mais do que suficientes para vencer. Não perder não foi mal, mas tenho a sensação de que perdemos dois pontos", admitiu o treinador português, que não escondeu a sua insatisfação com o resultado.

 

Canal - SportBuzz

Em todo o confronto, foram 12 finalizações do Corinthians. A equipe Alvinegra teve a chance de abrir o placar e até mesmo ampliar com Mantuan, Maycon, e Fábio Santos. Porém, os jogadores acabaram errando o alvo ou pararam no goleiro colombiano. Ainda assim, Vítor Pereira avaliou com bons olhos o volume de jogo e o posicionamento do time.

"Fizemos um jogo de qualidade, um jogo consistente, não me recordo de o Cali ter criado nenhuma situação de jogada de qualidade. Criaram problemas porque são uma equipe física, forte, tiveram um pênalti a favor. Circulamos bem a bola, criamos as oportunidades, pena foi que quisemos sempre finalizar em força para matar o goleiro em vez de encostarmos na bola, fazermos um passe para o gol. Tivemos três, quatro, cinco ocasiões flagrantes de gol. Satisfeito com a atitude, a personalidade, um campo difícil, jogamos com qualidade. Jô fez um jogo fantástico", disse o treinador.

Corinthians em campo com Roger Guedes no Brasileirão
Corinthians em campo com Roger Guedes no Brasileirão (Crédito: GettyImages)

 

Um dos pontos que foram questionados pelos torcedores foram as ausências de Willian e Renato Augusto entre os jogadores que começaram o confronto. Ocupando o banco de reservas Alvinegro, o comandante justificou a sua decisão se baseando na dificuldade física que os atletas estavam apresentando por justamente terem sido bastante exigidos.

"Willian teve um problema muscular no jogo anterior, esteve em tratamento. Perder Willian por dois ou três meses, arriscando a saúde dele, começando o jogo e ele se lesionar, é um risco que não podemos tomar. Preferi hoje guardar o Willian para 30 minutos, que não dão o nível de fadiga com risco de se lesionar muito grande, mas teve algum risco. Esperamos que no próximo jogo já esteja 100%", iniciou Vítor Pereira.

"Renato tem que ser gerido, quando está bem joga num nível altíssimo, mas quando está cansado tem dificuldades. Temos que gerir da melhor forma para evitar lesões, infelizmente o Paulinho perdemos por muito tempo, daqui mando um abraço para ele. A equipe pensou nele durante o jogo todo, antes do jogo, gostaríamos de ter dedicado uma vitória, mas não foi possível", finalizou.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!