Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / E AGORA?

Corinthians tem novo problema para decisão da Libertadores

Corinthians terá que lidar com mais um desafio além do grande número de desfalques na equipe titular, já que o adversário conseguiu recuperar seus atletas

Redação Publicado em 04/07/2022, às 06h58 - Atualizado às 09h31

Técnico do Corinthians, Vítor Pereira - GettyImages
Técnico do Corinthians, Vítor Pereira - GettyImages

O Corinthians está totalmente focado na decisão da vaga para as quartas de final da Libertadores, nesta terça-feira, 5, contra o Boca Juniors na Argentina. Porém, apesar de ter poupado seus principais jogadores na partida do final de semana do Brasileirão, a equipe Alvinegra se deparou com mais um problema considerável para o confronto.

Acontece que se no primeiro jogo entre as equipes o Boca Juniors era o time que estava sofrendo com os desfalques, agora a situação é outra. Isso porque o técnico Sebastián Battaglia vai ter à disposição o time ideal no momento decisivo, enquanto Vítor Pereira está com simplesmente nove nomes como dúvidas para a partida da Libertadores.

Canal - SportBuzz

Inclusive, sabendo que ter a maior quantidade de reforços é o ideal para uma partida tão importante assim, principalmente fora de casa, o treinador Alvinegro já admitiu que vai esperar até o "último momento" para montar a sua escalação e definir quem realmente vai estar dentro de campo nos 90 minutos.

De acordo com as informações do site "GE", na primeira vez que os times se enfrentaram na temporada, o Corinthians foi quem esteve mais completo com relação aos jogadores que o Boca mandou para campo. Du Queiroz, Maycon e Renato Augusto, depois dessa partida, mostraram que poderiam formar o meio-campo ideal para Vítor Pereira.

Corinthians x Boca Juniors em campo pela Libertadores
Corinthians x Boca Juniors em campo pela Libertadores (Crédito: GettyImages)

Nessa oportunidade, por exemplo, o Boca Juniors ainda tinha Marcos Rojo e Villa suspensos por conta de uma briga na edição anterior da Libertadores, além de não poder contar com Rossi e Izquierdoz, goleiro e zagueiro titulares, que estavam lesionados. Depois disso, brasileiros e argentinos disputaram cinco partidas cada até o reencontro ainda na fase de grupos.

No segundo jogo entre eles, que aconteceu no dia 17/05, na Bombonera, o técnico do Corinthians começou a sentir o peso dos desfalques. Na época, Fagner sofreu uma entorse no tornozelo direito e ficou fora por onze jogos. Além dele, Paulinho rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho, teve que fazer cirurgia e virou desfalque pelo restante da temporada. 

Vale lembrar ainda que saiu em definitivo da equipe depois dos problemas e polêmicas. Já pelo lado argentino, o Boca Juniors já tinha o retorno de Izquierdoz e Rossi, mas ainda não podia contar com os jogadores que haviam sido suspensos pela Conmebol. Depois disso, o Timão teve uma sequência de dez jogos em 42 dias, enquanto o Boca disputou oito.

No último encontro, realizado na terça-feira, 28, Vítor Pereira já tinha dito que estava preocupado com o grande número de jogadores fora, seja fora por lesões, desconfortos ou até mesmo outros problemas. Nesse sentido, foram sete desfalques ao todo, sendo que do outro lado, Battaglia só não pôde contar com o lateral-esquerdo Frank Fabra, que estava suspenso.

Como fica a escalação?

Com toda essa indefinição diante da escalação do Corinthians, que será definida realmente nos últimos minutos, o único time que podemos ter quase certeza da forma como vai entrar em campo é o Boca Juniors. Segundo o jornal "Olé", da Argentina, o time vai com: Rossi; Advíncula, Marcos Rojo, Izquierdoz e Fabra; Varela, Fernández e Óscar Romero; Zeballos, Villa e Benedetto.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!