Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / EITA!

Corinthians: Rafael Ramos é preso por injúria racial, mas paga fiança

Corinthians foi quem pagou a fiança do jogador após a acusação de injúria racial feita por Edenilson durante a partida deste sábado, 14, pelo Brasileirão

Redação Publicado em 15/05/2022, às 13h46

Corinthians paga fiança de jogador após injúria racial - GettyImages
Corinthians paga fiança de jogador após injúria racial - GettyImages

O Corinthians se viu em uma situação bastante complicada neste sábado, 14, depois que o jogador do Internacional, Edenilson, acusou Rafael Ramos de injúria racial. De acordo com as informações do portal "UOL", o atleta Alvinegro acabou sendo preso em flagrante, autuado e foi detido no posto policial do estádio Beira-Rio.

No entanto, apesar da detenção, depois da 0h, o Corinthians fez o pagamento da fiança, em espécie, para liberar Rafael Ramos, que agora vai responder em liberdade. A publicação destaca que o valor da fiança foi de R$ 10 mil, e confirmado pelo delegado Carlo Butarelli, da Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

Canal - SportBuzz

Ainda de acordo com as informações da Polícia Civil, a prisão em flagrante aconteceu depois da queixa de Edenilson e do relato na súmula da partida. O documento oficial do confronto registrou a acusação do jogador do Internacional e ainda detalhou a conversa entre os atletas durante os cinco minutos de paralisação do jogo. 

Logo depois do acontecido, dois agentes da polícia foram no setor de vestiários do Beira-Rio, mas o depoimento de Edenilson aconteceu somente mais de uma hora depois do apito final. Nas redes sociais, o jogador Colorado revelou que procurou Rafael Ramos para ouvir um pedido de desculpas, mas como não ouviu nada do português, decidiu registrar Boletim de Ocorrência.

Corinthians paga fiança de jogador após injúria racial
Corinthians paga fiança de jogador após injúria racial (Crédito: GettyImages)

O pronunciamento de Edenilson

"Boa noite, pessoal, passando aqui apenas para me pronunciar. Eu sei o que ouvi. Realmente eu não reagi provavelmente da forma que deveria pois foi a primeira vez que isso aconteceu comigo. Me incomoda o fato de ficar chamando atenção de outra forma que não seja jogando futebol (quem me conhece sabe): ser xingado pelo tom da minha pele", iniciou o jogador.

"Minha reação foi a de não paralisar a partida pois o jogo estava bom e, ao mesmo tempo, eu não queria que tomasse a proporção que tomou justamente por nunca ter passado por isso. Eu procurei o atleta para que ele assumisse e me pedisse desculpas, afinal, todos erramos e temos o direto de admitir, no meu modo de ver as coisas, mas o mesmo continuou a dizer que eu havia entendido errado. Eu não entendi errado", continuou.

"O procurei pelo respeito que tenho por alguns integrantes do Corinthians e para que ele pudesse ter uma chance de se redimir, pois, independente da nossa cor, o caráter sempre falará mais alto. Enfim, peço desculpas por não estar preparado para reagir a algo deste tipo", finalizou o jogador em suas redes sociais.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!