Sportbuzz
Testeira
Futebol / FELIZ ANIVERSÁRIO!

Corinthians 111 anos: relembre os 10 últimos títulos do Alvinegro no dia do seu aniversário!

Corinthians completa 111 anos nesta quarta-feira, 1, e nada melhor do que exaltar as conquistas do clube para comemorar

Redação Publicado em 01/09/2021, às 09h00

Jogadores do Corinthians levantando o troféu do título paulista - GettyImages
Jogadores do Corinthians levantando o troféu do título paulista - GettyImages

Nesta quarta-feira, 1° de setembro, o Corinthians completa 111 anos de sua fundação, e histórias memoráveis. Durante esse tempo, a equipe Alvinegra passou por momentos complicados, de superação, e de glória para se tornar uma das principais do Brasil.

Passando pelo rebaixamento no Brasileirão, o Corinthians mostrou que a força de vontade não é nada sem o apoio da torcida, apaixonada torcida Alvinegra, que independentemente da competição disputada, está na arquibancada apoiando.

 

Durante esses 111 anos, o Corinthians deu muitas alegrias aos seus torcedores, entre elas, as principais ainda ficam gravadas na memória, com a Libertadores e o Mundial de 2012. Quem não se lembra de acordar cedinho para ver o time em campo? Já que o Mundial aconteceu no Japão.

Ou sair na rua com um grupo de amigos comemorando como se não houvesse amanhã depois de ver o time do coração erguendo mais uma taça para a sua história.

Com tanta história, não existe jeito melhor de comemorar do que exaltando justamente essas conquistas, que aquecem o coração do torcedor Alvinegro, e o impulsionam para cada vez mais temporadas brilhantes.

Para celebrar os 111 anos do Corinthians, o SportBuzz relembra aqui os 10 últimos títulos conquistados pelo clube. Confira:

Campeonato Paulista  

Claro que para o maior campeão do Paulistão não poderia ser diferente. O Corinthians tem na prateleira nada menos do que 30 títulos da competição estadual, e entre os clubes paulista, é o que mais vezes venceu o torneio.

  • 2019

A equipe então comandada por Fábio Carille, que estava em sua nova passagem pelo clube, queria fazer uma temporada melhor que a anterior. Na época, o Alvinegro foi definido como a quarta força do futebol paulista, o que acabou dando mais gás para o título.

Era quarta força pra cá, quarta força pra lá, mas o Corinthians surpreendeu, não apenas venceu, mas mostrou para os rivais do que era capaz, levantando a taça do tricampeonato paulista em meio de tanta desconfiança.

Por ter a melhor campanha, o Timão ganhou o direito de fazer a final em casa, contra o São Paulo. No primeiro jogo, no Morumbi, era pressão pura, e por mais que o adversário estava querendo a vantagem, o jogo ficou no 0 a 0, levando a decisão para a casa Alvinegra.

O melhor jogador da decisão, Danilo Avelar, foi coroado com o gol depois de uma jogada aérea ainda no primeiro tempo. Porém, nada estava decidido, e o São Paulo chegou ao empate em uma bola rasteira, que matou o goleiro Cássio.

Na volta do intervalo, Carille fez diversas alterações, e entre elas, a entrada certeira de Vagner Love no lugar de Pedrinho. O jogador foi frio ao marcar o segundo gol da partida, e dar o troféu de campeão ao Corinthians.

  • 2018

O Campeonato Paulista daquele ano já começou complicado. e Guilherme Arana, os principais jogadores do elenco, haviam sido negociados, e desfalcaram o time.

Vivendo em mais um ano sob a desconfiança dos demais, o Corinthians foi classificado em um nível menor que de seus adversários, mas todos que acreditaram assim, quebraram a cara.

Logo na primeira fase da competição, dos três clássicos que o time disputou pela fase de pontos corridos, ganhou dois e empatou um. Tendo triunfos importantes, o Timão garantiu a segunda melhor campanha da primeira fase, e viu o Bragantino se tornar o adversário das quartas.

Na final, depois de superar o Bragantino por 2 a 0 nas quartas, o São Paulo nas penalidades em um jogo duríssimo pela semi, o Alvinegro encarou o Palmeiras depois de 19 anos.

Jogando em casa, o Corinthians viu o rival abrir o placar logo no começo da partida, e fazer o único gol do dia, levando a tensão para a casa adversária, no último jogo.

Saindo atrás na decisão, e logo diante do principal rival, a diretoria do Corinthians resolveu fazer um grande treino aberto na Arena. Treino que mais parecia dia de jogo, com os torcedores cantando, com sinalizadores, e pressão, mas também apoio puros.

Na finalíssima, na última chance de levar o título, o Corinthians sabia que teria uma tarefa difícil, mas achar o gol que empataria o placar agregado logo aos dois minutos da etapa inicial foi um presente grandioso.

Com a vitória nesse último jogo, e como a igualdade no placar agregado se manteve, a partida foi para a decisão nos pênaltis.

Nele, Cássio brilhou, e pegou as cobranças de Dudu e Lucas Lima, com o Corinthians se consagrando bicampeão paulista, e erguendo sua 29ª taça do torneio, em plena casa do rival.

  • 2017

Mais um ano difícil para o Alvinegro. Depois de sofrer com a saída de vários jogadores importantes na temporada anterior, o time ainda perdeu Tite, e passou o ano de 2016 em branco.

Novamente, o título de quarta força do Campeonato Paulista batia na porta do Timão, mas durante a primeira fase, o time foi se encontrando na estratégia de Carille, e tomando forma a cada partida disputada.

Na fase de grupos, o Dérbi diante do Palmeiras, o então badalado time paulista, contra um Corinthians com um jogador da menos foi o mais marcante.

Nas quartas de final, o adversário foi o Botafogo-SP, com um jogo de ida considerado como um dos piores daquele ano, e terminando zerado. Na volta, a torcida esteve presente em peso, e com uma vitória simples, o time avançou.

Pela semifinal contra o São Paulo, no Morumbi, o Corinthians triunfou por 2 a 0, e na Arena, um empate em 1 a 1 foi o suficiente para colocar o Alvinegro na final.

Na decisão, a Ponte Preta apareceu no caminho, e no jogo de ida, quase todo o elenco do Corinthians estava pendurado, mas depois de muita pressão e tentativas, o Alvinegro saiu de Campinas com a vitória por 3 a 0.

Decidindo na Arena Corinthians, o Timão já entrou em campo com a taça na mão, e não viu a Ponte incomodar. Mais um título Alvinegro!

  • 2013

Nessa época, o Corinthians estava com as atenções voltadas para a Libertadores, e utilizou o Paulistão como um grande treino, utilizando muito de seus reservas, e do time misto.

Levando a competição com um empate aqui, outra vitória ali, no dia 31 de março, em um clássico contra o São Paulo, e com direito a gol de Pato, o Timão venceu por 2 a 1 e seguiu rumo a classificação.

Nas quartas de final, Corinthians e Ponte Preta se encontraram novamente, mas um jogo que estava sendo cotado como difícil, se tornou fácil para o Alvinegro, que goleou por 4 a 0, estava na semifinal do Campeonato Paulista.

Nela, e contra o São Paulo, a decisão ficou para os pênaltis, muito tensos por sinal. A classificação ficou nos pés de Pato, que cobrou, mas Rogério Ceni, quase na linha pequena área, defendeu. O juiz mandou voltar, Pato bateu novamente e marcou para o Timão avançar.

Finalíssima contra o Santos, e com Neymar crescendo. No primeiro jogo, vitória Alvinegra por 2 a 1, já na volta, a equipe vinha com sangue nos olhos depois da polêmica eliminação na Libertadores para o Boca Juniors.

Assim, o Santos começou na frente, marcando com Cícero, aos 26 minutos do primeiro tempo, e dois minutos depois, o Corinthians empatou com Danilo. Pela vantagem do jogo de ida, o título era do Timão.

Campeonato Brasileiro

  • 2017

Depois de vencer o Paulistão, era hora de provar que não foi por acaso. O empate contra a Chapecoense na primeira rodada, seguido de seis vitórias consecutivas, colocaram o Corinthians na liderança do campeonato já na quinta rodada. 

O primeiro turno foi marcado por jogos memoráveis, com o elenco apresentando um futebol convincente e de campeão. O Corinthians venceu suas batalhas e terminou o turno sem perder nenhuma partida.

O clássico contra o Palmeiras mudou tudo em um time que tinha se deparado com três derrotas seguidas, e possibilidade do título ficando longe. Nele, vitória por 3 a 2, e o Alvinegro de volta na briga pela taça.

Embalado pelo resultado e mais confiante, o Corinthians somente administrou a vantagem nos pontos corridos, e começou uma contagem regressiva para a consolidação do título, que veio depois de uma partida espetacular diante o Fluminense, na Arena.

3 a 1 foi o placar final, que deu ao Corinthians a segurança de não ser mais alcançado por ninguém. A taça só foi conhecida no jogo contra o Atlético-MG, que terminou no empate em 2 a 2.

  • 2015

O time tinha começado bem o ano, mas as eliminações no Campeonato Paulista e na Libertadores, juntas com à ameaça de desmanche do time, fizeram com a torcida ficasse com a pulga atrás da orelha, e ainda teve quem cogitou a briga para não cair.

Foram duas vitórias seguidas, contra o Joinville fora, e o Internacional em casa que deram uma maior tranquilidade para o time. Podemos dizer que o título começou a melhorar a partir da 9ª rodada, dia 27 de junho.

No segundo turno todos já haviam se rendido ao bom trabalho de Tite, e a forma como ele organizou a equipe, e fez deslanchar na competição.

Enquanto o Corinthians foi até Curitiba e venceu Atlético Paranaense por 4 a 1, com dois gols de Renato Augusto e dois de Vagner Love, o Atlético Mineiro foi massacrado pelo Sport, no Recife, pelo mesmo placar. Faltando 7 rodadas para o fim, a diferença era de 8 pontos.

O próximo jogo entre os dois. Se o Corinthians vencesse, abriria 11 pontos e praticamente terminaria com o campeonato, e em caso de vitória do Galo, os 5 pontos de diferença ainda manteriam uma tensão na competição.

O primeiro tempo foi equilibrado, com algumas chances para ambos os lados, o Atlético levava perigo nas cobranças de laterais na área. Já na segunda etapa, o Galo foi pra cima em busca da vitória e enquanto a zaga corinthiana segurava tudo lá atrás, lá na frente o Corinthians foi certeiro.

Aos 22 minutos, Jadson pegou o rebote na área e cruzou na cabeça de Malcom, que abriu o placar para o Timão.

Aos 39 minutos, depois de uma bela troca de passe entre Jadson e Rodriguinho, o camisa 10 tocou para Vagner Love, que passou pelo zagueiro e chutou forte para marcar o segundo gol do jogo. 

Para não restar mais dúvidas, Lucca recebeu o cruzamento de Renato Augusto e marcou um lindo gol de voleio, aos 39 do segundo tempo. Corinthians Campeão!

  • 2011

Esse título foi marcante, já que no dia 4 de dezembro de 2011, todos corinthianos acordam com a notícia de que o Dr. Sócrates havia morrido as 4:30h por conta de infecção generalizada. O interessante é que ele dizia que queria morrer em um domingo, e com o Corinthians campeão.

Dito e feito!

O Alvinegro precisava apenas de um empate contra o Palmeiras pra ser campeão brasileiro pela quinta vez, e poder fazer um dia triste terminar em festa, homenagens e comemoração. Nessa época, o time liderou o campeonato durante 27 das 38 rodadas e foi o que conseguiu mais vitórias, 21, e que perdeu apenas nove jogos.

Com esse título, o Corinthians conseguiu colocar fim em uma hegemonia carioca, já que os dois últimos campeonatos haviam sido ganhos por times do Rio de Janeiro.

Recopa Sul-Americana

  • 2013

Chegando na disputa como favorito, o Corinthians logo teve pela frente o São Paulo, e o primeiro jogo foi na casa do adversário, com o Alvinegro brilhando.

O último jogo da final foi no Pacaembu, com direito a tudo que um clássico pode oferecer, com o estádio lotado e a torcida já em festa. Assim como na primeira partida, o Corinthians mostrou superioridade, anulou o adversário e abriu o placar com o Romarinho.

No segundo tempo, Danilo, que fez uma partida praticamente perfeita sendo eleito o melhor jogador do campeonato, anotou o gol que daria o título pro Corinthians, com o placar agregado de 4 a 1.

Inclusive, o título veio na despedida de Paulinho do time, que marcou presença na final, recebendo medalha, levantando o troféu e sendo homenageado pelos companheiros e pela torcida. 

Libertadores - 2012

4 de julho de 2012! Diante do tradicionalíssimo Boca Juniors, em uma final incrível no Pacaembu, o Corinthians coroou com dois gols de Emerson Sheik uma campanha invicta, difícil, incontestável e com a cara do clube e sua torcida. 

Sob o comando do técnico Tite, o time enfim quebrou o segundo grande tabu da história corinthiana com seu futebol de resultado, coletivo e bem jogado.

Na final, jogando no Pacaembu, o Corinthians só precisava de um empate simples diante do Santos para a garantir a classificação. Depois do gol de Neymar, a frieza e experiência de Danilo foram as armas do Corinthians, que deixou o placar em 1 a 1, e classificação em mãos.

Contra o Boca, o primeiro jogo foi na Bombonera, e aos 27 minutos do segundo tempo, todo o sonho parecia ameaçado depois que Roncaglia, pelos argentinos abriu o placar. 

Tite foi certeiro, e colocou Romarinho, o jovem estreante de apenas 21 anos que, em seu primeiro toque na bola, recebeu com elegância e tirou do goleiro, deixando igual e a decisão para o jogo da volta.

Por lá, o Corinthians fez o que tinha que ser feito, e com dois gols de Emerson Sheik, para o delírio da torcida que lotou o Pacaembu por dentro e por fora, o Timão conquistou, enfim, a Libertadores.

Mundial de Clubes - 2012

Depois de ter enfim conquistado a Libertadores, o Corinthians chegou no Japão confiante, e ao lado dos milhares de torcedores que foram ao outro lado do mundo só para ver o time em campo mais uma vez.

Pela frente tinha o Chelsea, clube da Inglaterra, que vinha da conquista da Champions League 2012. O clube inglês trazia um time muito mais caro e reconhecido que o do Corinthians, que precisava ganhar para se redimir com sua torcida depois da eliminação na Champions League seguinte ao título.

No primeiro jogo, contra o Al Ahly, o Corinthians não surpreendeu, e venceu com um magro placar de 1 a 0, onde o sofrimento não faltou diante do time egípcio. Ainda assim, o time não se abateu e chegou para final com vontade e futebol de qualidade. 

Na decisão, fez um jogo de igual para igual diante do time inglês, e em uma jogada de Paulinho, a bola sobrou para Guerrero que marcou o gol do título. A frieza de Tite, e as defesas incríveis de Cássio fizeram com que o Timão conquistasse mais um título.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!