Sportbuzz
Testeira
Futebol / UAU!

Copa do Mundo do Catar: ranking revela treinadores mais bem pagos

Copa do Mundo do Catar conta com os Top 10 treinadores que mais ganham bem, com o técnico Tite estando entre os três primeiros nesse quesito

Redação Publicado em 31/03/2022, às 10h39

Copa do Mundo do Catar tem Tite entre os treinadores mais bem pagos - GettyImages
Copa do Mundo do Catar tem Tite entre os treinadores mais bem pagos - GettyImages

A Copa do Mundo do Catar vai reunir somente as melhores seleções de todo o mundo, junto dos melhores jogadores e treinadores. Diante de nomes tão importantes para o futebol mundial, essas personalidades ganham muito bem para estarem onde estão hoje. Normalmente nos deparamos com os salários milionários dos atletas, mas os técnicos não ficam de fora.

Para se ter uma ideia, falando de Brasil, Tite será o terceiro treinador mais bem pago que estará em atividade no Catar. Comandando a equipe pentacampeã mundial desde junho de 2016, o técnico recebe anualmente da CBF um salário de 3,9 milhões de euros, cerca de R$ 20,6 milhões por ano. 

Canal - SportBuzz

O comandante da canarinha ficou atrás somente de dois nomes. O primeiro do ranking de treinadores mais bem pagos é Hans-Dieter Flick, técnico da Alemanha. Ganhando destaque após o título da Champions League conquistado com o Bayern de Munique em 2020, ele foi contratado com um salário de 6,5 milhões de euros, cerca de R$ 34,4 milhões por temporada. 

O número dois do ranking é Didier Deschamps, que faturou a última Copa do Mundo com a França e continua no cargo bem mais prestigiado do que quatro anos atrás. O comandante que vai para a Copa do Mundo do Catar sendo um dos mais bem pagos do mundo fatura a bagatela de 4,4 milhões de euros, aproximadamente R$ 23,3 milhões. 

Copa do Mundo do Catar reúne os treinadores mais bem pagos
Copa do Mundo do Catar reúne os treinadores mais bem pagos (Crédito: Lucas Figueiredo/CBF/Flickr)

 

O ranking com o Top 10 dos treinadores mais bem pagos que estarão na competição no final do ano conta ainda com os comandantes de várias das equipes fortíssimas ao título, como Inglaterra, com Gareth Southgate, Portugal, com Fernando Santos no comando e Espanha, com Luis Enrique à frente. 

Apesar de os principais nomes também serem das principais seleções mundiais, ainda teve espaço para algumas surpresas impulsionadas pelas fortunas do Oriente Médio. Um exemplo disso é o espanhol Felix Sánchez, que comanda a Seleção do Catar e ocupa a sexta posição no ranking. E outro é o francês Hervé Renard, da Arábia Saudita, sendo o oitavo colocado. 

  1.  Hansi Flick (Alemanha) - 6,5 milhões de euros/ano;
  2. Didier Deschamps (França) - 4,4 milhões de euros/ano;
  3. Tite (Brasil) - 3,9 milhões de euros/ano;
  4. Gareth Southgate (Inglaterra) - 3,5 milhões de euros/ano;
  5. Louis van Gaal (Holanda) - 3 milhões de euros/ano;
  6. Felix Sánchez (Qatar) - 2,5 milhões de euros/ano;
  7. Fernando Santos (Portugal) - 2,5 milhões de euros/ano;
  8. Hervé Renard (Arábia Saudita) - 1,8 milhão de euros/ano;
  9. Murat Yakin (Suíça) - 1,6 milhão de euros;
  10. Luis Enrique (Espanha) - 1,5 milhão de euros/ano.

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!