Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » VIVENDO UM SONHO!

Conheça Kawe Ferreira, atacante da base do América Mineiro!

Aos 17 anos, o garoto coleciona passagem por grandes clubes, como o Corinthians

Pedro Ungheria Publicado em 08/09/2019, às 11h20

Kawe Ferreira
Kawe Ferreira - Divulgação/Panda

Desde os sete anos de idade tendo o futebol como um sonho, talvez um pouco distante naquela época, Kawe Ferreira Godoy Vianna se aventurou em diversas áreas para fazer com que a sua paixão pelo esporte refletisse dentro das quadras. Logo no começo de sua carreira no mundo futebolístico, o pequeno garoto da Zona Leste de São Paulo teve um início que todos sonham em ter.

Após dois anos jogando futsal no Corinthians, viram que o talento que apresentava com a bola nos pés deveria ser aproveitado dentro dos campos, e aos 9 anos de idade passou por este processo de transição. Após seis anos dentro de um dos maiores times de São Paulo e do Brasil, Kawe revela que teve aprendizados inesquecíveis no Parque São Jorge.

“Foi uma experiência boa, tiveram momentos bons, momentos ruins, aprendi muito e Deus me deu isso. No Corinthians o trabalho foi tranquilo, o pessoal da base deu todo um auxílio para que eu pudesse crescer lá dentro”, disse ele.

Depois de um bom tempo defendendo as cores alvinegras, a vida trouxe outro desafio para o menino. No Audax, clube do interior de São Paulo, Kawe passou por sua primeira troca de equipe.

“Foram dois anos no Audax, uma experiência também gratificante. Eu não cheguei a ganhar nenhum título lá, mas joguei o Campeonato Paulista bem, fui o meia armador do time e ainda tive a honra de jogar com a camisa 10”, contou o atleta.

Atualmente, aos 17 anos, Kawe é contratado do América Mineiro e vê, cada vez mais perto, seu sonho se tornar realidade. Além do acordo com o clube de Minas Gerais, ele é gerenciado pela OTB Lab, responsável por cuidar da carreira de jovens promissores no esporte.

“Aqui está tudo tranquilo, eu não sinto muita diferença. As coisas que estão passando aqui, eu já sabia graças aos outros clubes que passei. Hoje no América jogo de atacante pelas pontas e visto a camisa 11”, contou o jogador.

Kawe Ferreira (Crédito: Divulgação/Panda)

 

DIFICULDADES

Vindo de família humilde, Kawe revela que carrega algumas questões que levará para o resto de sua vida. Entre elas estão a humildade e a vontade de vencer. Recordando o começo de tudo, onde chegou a passar por dificuldades, o atacante revelou que nunca deixou a situação o desmotivar.

“As dificuldades foram muitas, as conduções as vezes não tinha, acordava muito cedo para ir treinar, a questão financeira sempre implicou um pouco no começo de tudo. Com a minha carreira, eu pretendo ajudar minha família, meu pai, que sempre esteve comigo nas dificuldades, minha tia. Todos que me ajudaram nesta trajetória, eu quero contribuir com eles e ajudar quem me ajudou”.

Hoje patrocinado por uma das maiores marcas esportivas do mundo, o garoto paulista ainda reforçou que vê o futebol como uma oportunidade de mudar de vida. Por isso procura viver intensamente os dias de trabalho, para alcançar maiores cenários ainda no universo esportivo.

“O patrocínio representou uma vitória profissional, era um sonho meu, passa um filme a cabeça, meu pai falando comigo, as dificuldades que passamos, comprar uma chuteira era complicado, meu pai tinha que fazer muito, lembro até hoje de um amigo do meu pai que me deu uma chuteira... Realmente, passa um filme emocionante na cabeça”.

FAMÍLIA

Aproximadamente a 600 quilômetros de casa, Kawe disse que costuma sempre ter a cabeça no lugar quando sente falta da família. 

“A minha família foi muito importante para chegar até aqui. O apoio que tenho deles foi fundamental para chegar onde estou hoje. Eu tento sempre ficar tranquilo, mandar mensagem para eles. Mas aqui é muito bom, eu mando mensagem sabendo se eles estão bem, todos os dias mando mensagem se está precisando de algo e isso ajuda dar uma aliviada na saudade. Ajuda bastante”, contou ele.

REFLEXÃO

Além de ver o esporte como uma chance de realizar sonhos, Kawe carrega como referências grandes nomes do futebol brasileiro, como Neymar Jr e Ronaldinho Gaúcho, pelo fato de acreditar que se assemelha em algumas características com os jogadores.

“No futebol brasileiro eu iria ser diferente pela técnica que é um pouco diferenciada, eu não sei explicar, mas sinto que a minha técnica é diferente do que existe hoje em dia. O meu sonho é virar um jogador profissional, ganhar títulos, estar jogando na Europa, ganhar a Copa do Mundo, jogar uma Champions League e estar entre os melhores do mundo. O futebol para mim é como se fosse tudo, o futebol é tudo… É um sonho é uma chance de mudar de vida”.

Em tons reflexivos, o garoto ainda pensou bastante até responder a questão de qual conselho daria para o menino que começou aos sete anos de idade nas quadras de salão do Corinthians. Emocionado, ele disse que pediria apenas para que ele se entregasse ainda mais e não perdesse as oportunidades da vida.

“Eu falava para ele se entregar mais sempre, ter mais vontade dentro de campo, dar o máximo, o que tiver que fazer, faça hoje e não deixa para amanhã. Tem situações que passaram, oportunidades da vida passam e as coisas que você deixa de fazer você fica pensativo, então a oportunidade passa você tem que pegar.”

Kawe Ferreira (Crédito: Divulgação/Panda)

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!