Sportbuzz
Testeira
Futebol / PAULISTÃO!

Com polêmica, São Paulo vence Palmeiras na final do Paulistão

São Paulo e Palmeiras se enfrentaram nesta quarta-feira, 30, no estádio do Morumbi, pelo jogo de ida das semifinais do Paulistão 2022

Redação Publicado em 30/03/2022, às 23h42

Calleri brilhou e ajudou o São Paulo a vencer o Palmeiras no Paulistão - Rubens Chiri/ SPFC.NET
Calleri brilhou e ajudou o São Paulo a vencer o Palmeiras no Paulistão - Rubens Chiri/ SPFC.NET

O São Paulo venceu o Palmeiras nesta quarta-feira, 30, no Morumbi, e ficou em vantagem na final do Paulistão. Em jogo de polêmicas, principalmente com o VAR, o Tricolor levou a melhor em cima do Verdão e bateu os rivais pelo placar de 3 a 1. O time de Rogério Ceni pode perder até por 1 a 0 no Allianz Parque, no próximo domingo, 2, às 16h, que leva o bicampeonato do Campeonato Paulista. 

A vitória do São Paulo começou a ser construída no final do primeiro tempo, numa penalidade polêmica marcada pelo juiz após intervenção do VAR. Calleri foi para a bola e colocou o time da casa em vantagem. No segundo tempo, o Tricolor encurralou ainda mais o Palmeiras e marcou mais um, agora com Pablo Maia e Calleri novamente, e saiu com a vitória de 3 a 1. 

 

CANAL - SPORTBUZZ:

O primeiro tempo entre São Paulo e Palmeiras ficou marcado pela intensidade das duas equipes. Jogando em casa, o Tricolor deixou a bola com os rivais no começo da partida e explorou o contra-ataque, enquanto o Verdão buscou a pressão na saída de bola para tentar abrir espaços na defesa adversária e abrir o placar no estádio do Morumbi. 

No entanto, nos primeiros 45 minutos da final, demorou para uma das duas equipes conseguirem balançar as redes. O São Paulo teve as melhores oportunidades do primeiro tempo e quase abriu o placar numa finalização de Alisson. O atacante recebeu na entrada da área, ajeitou o corpo e acertou o travessão de Weverton, que estava rendido no lance. 

São Paulo e Palmeiras
São Paulo e Palmeiras fizeram um confronto equilibrado no Campeonato Paulista (Crédito: Cesar Greco)

 

Pelo lado do Palmeiras, o time de Abel Ferreira quase abriu o placar em duas oportunidades. Na primeira, depois de grande jogada de Piquerez, Raphael Veiga recebeu dentro da área e bateu logo de cara. A bola passou triscando a trave e assustou os torcedores. Na sequência, foi a vez de Rony ficar cara a cara com Jandrei, mas o goleiro defendeu e salvou o São Paulo. 

Além desses lances de perigo, como todo jogo intenso, a tensão também tomou conta dos treinadores e também dos reservas. As faltas e decisões dos juízes da partida foram criticadas e o árbitro principal precisou paralisar o clássico em algumas oportunidades para dar bronca nos profissionais que estavam fora das quatro linhas. Dentro de campo, o 0 a 0 reinou no placar até os 48 minutos.

Num lance isolado, depois de uma tentativa de cruzamento da esquerda do ataque do São Paulo, a bola bateu na mão de Marcos Rocha. Num primeiro momento, a arbitragem não marcou a penalidade, mas o VAR entrou em ação e pediu a análise. Depois de rever o lance, o árbitro marcou o pênalti e Calleri foi para a bola. O camisa 9 bateu forte e abriu o placar. 1 a 0.  

Depois de um primeiro tempo agitado, o segundo foi ainda mais. O São Paulo, ao invés de recuar, se jogou ainda mais no campo de ataque e criou grandes oportunidades. Éder foi quem mais apareceu e só não balançou as redes, pois Weverton fez boas defesas e também devido ao bom posicionamento da defesa palmeirense. 

O Tricolor foi empilhando oportunidades e não demorou para o São Paulo fazer 2 a 0. Depois de um bate e rebate na área, Pablo Maia pegou o rebote e acertou uma bomba de fora da área. A bola desviou no zagueiro, matou Weverton e morreu no fundo das redes. Tricolor em vantagem no Morumbi e com folga para a decisão de volta no Allianz Parque. 

Ainda deu tempo para o São Paulo fazer o 3 a 0 com Calleri. Ele aproveitou o cruzamento na área, desviou a bola para o fundo das redes e fez o seu segundo gol no jogo e o terceiro do Tricolor na partida contra o Palmeiras. Cinco minutos depois, Raphael Veiga bateu uma falta venenosa e diminuiu para o Verdão. Placar final: 3 a 1. 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!