Sportbuzz
Testeira
Futebol / OLIMPÍADAS!

Com o pé direito! Brasil estreia nas Olimpíadas com goleada diante da China no futebol feminino!

Brasil fez uma estreia brilhante nas Olimpíadas diante da China, marcando com Marta, duas vezes, Debinha, Andressa Alves e Bia Zaneratto

Redação Publicado em 21/07/2021, às 06h50

Jogadoras da Seleção Brasileira feminina comemorando o gol diante da China nas Olimpíadas - GettyImages
Jogadoras da Seleção Brasileira feminina comemorando o gol diante da China nas Olimpíadas - GettyImages

Nesta quarta-feira, 21, a Seleção Brasileira feminina de futebol entrou em campo às 5h (horário de Brasília), diante da China para a partida que marcou a abertura do Grupo F das Olimpíadas de Tóquio, em Miyagi.

A seleção já entrou em campo com grandes expectativas, já que se tornou a seleção a disputar todas as edições das Olimpíadas, conta com a maior artilharia da competição, a jogadora que mais entrou em campo, e uma treinadora que sabe muito bem o que é quebrar recordes.

Vale lembrar que toda a rodada do futebol feminino das Olimpíadas será disputada ainda nesta quarta-feira.

Confira como as equipes entraram em campo para a partida, e como foi a estreia da Seleção Brasileira feminina nas Olimpíadas de Tóquio 2020!

Escalações

O jogo 

Primeiro tempo

Logo aos quatro minutos da primeira etapa, a Seleção Brasileira chegou assustando as adversárias. 

Marta arrancou pela esquerda e tocou para Bia Zaneratto, que cruzou para Duda na área. A camisa 7 buscava Marta na pequena área, mas a camisa 10 não conseguiu mandar o chute de primeira, caiu ao sofrer a marcação chinesa e acabou desarmada.

Porém, quatro minutos depois, a rainha deixou sua marca, e fez o primeiro gol da Seleção Brasileira feminina nas Olimpíadas de Tóquio 2021!

Com oito minutos de jogo, Bia Zaneratto recuperou a bola no ataque, e cruzou para Debinha cabecear no travessão. Bia brigou pelo rebote, e a bola sobrou na área para Marta chutar de primeira.

Com esse gol, Marta chegou a marca dos 11 gols em Olimpíadas e está empatada com a canadense Christine Sinclair como a segunda maior artilheira do evento. Elas estão atrás apenas da brasileira Cristiane, com 14.

Depois de sofrer uma pequena pressão da China no começo, o Brasil melhorou, conseguiu chegar ao gol e já tinha uma melhor efetividade em evitar as saídas ao ataque da seleção adversária.

Aos 21 minutos, gol do Brasil!

Bia Zaneratto recebeu pela direita, entrou na área e chutou forte, no canto esquerdo. A goleira Peng Shimeng deu o rebote, e Debinha ampliou a vantagem sem marcação, sozinha na pequena área.

Logo em seguida do gol, Bia Zaneratto, o destaque da seleção nesta partida, arrancou pela direita em velocidade e tentou o passe para o meio da área. A zaga cortou, e a bola sobrou para Andressinha, que arriscou da meia-lua, por cima do travessão da China.

Aos 30 minutos, quase que o Brasil chega no terceiro gol!

A zaga chinesa cortou o escanteio cobrado por Andressinha, Marta pegou a sobra e devolveu para Andressinha na esquerda. A volante cruzou fechado, e Érika tocou de primeira, rente à trave direita.

O primeiro susto da China aconteceu com 39 minutos de partida.

A China atacou pela esquerda com cruzamento perigoso de Zhang Xin, mas Rafaelle travou o chute no meio da área. A seleção chinesa manteve a posse de bola, Miao Siwen bateu forte da entrada da área, mas Bárbara fez uma linda defesa no canto direito, espalmando para escanteio.

Fim do primeiro tempo!

Segundo tempo

A volta do intervalo começou com agitação chinesa. Logo aos dois minutos, Wang Shanshan foi lançada nas costas da zaga brasileira, mas Bárbara foi até o limite da área e interceptou com as mãos a tentativa de drible da camisa 11 chinesa.

No lance seguinte, Wang Shanshan foi novamente lançada livremente pela direita e acertou a trave esquerda do Brasil. Miao Siwen pegou a sobra na área e chutou por cima do travessão.

Com 13 minutos, uma linda jogada de Debinha! Ela recebeu na entrada da área, girou e chutou com perigo. A goleira Peng Shimeng espalmou, e a bola ainda bateu no travessão. Debinha tentou pegar o rebote, mas a zaga chinesa mandou direto para escanteio.

Aos 21 minutos, Bárbara salvou de novo!

Em uma clara falha de posicionamento da defesa do Brasil, a China chegou com perigo na área e quase marcou seu primeiro gol em um chute cruzado, mas Bárbara espalmou com a ponta dos dedos, e a bola ainda bateu em sua trave esquerda.

Com 28 minutos, Marta ampliou para o Brasil!

A jogada começou, e terminou nos pés da camisa 10! Marta cruzou da direita para Bia Zaneratto, que tentou o chute, mas foi desarmada pela defesa chinesa. O corte foi mal feito, e a bola voltou para Marta, que chutou direto para o gol, no cantinho esquerdo da goleira.

Com mais esse gol,  Marta atingiu os 12 tentos em cinco edições de Olimpíadas e se isolou como a segunda maior artilheira da história do torneio, ficando a dois gols da também brasileira Cristiane.

Logo após o gol, um cruzamento errado da esquerda quase enganou a goleira Bárbara, que conseguiu espalmar no limite para não levar o gol de cobertura. Wurigumula ainda tentou no rebote, na pequena área, mas a cabeçada acertou o travessão brasileiro.

No lance seguinte, a zaga chinesa cortou mal o cruzamento da esquerda, Andressa Alves pegou a sobra e foi derrubada na área por Wang Xiaoxue, pênalti para o Brasil!

Na cobrança, Andressa Alves mandou no cantinho esquerdo da goleira, rasteiro, para decretar goleada na estreia da Seleção Brasileira feminina nas Olimpíadas.

Já com 40, Ludmila puxou o contra-ataque, tocou para Bia Zaneratto, e a bola sobrou na entrada da área para o chute de primeira de Debinha, por cima do travessão.

Aos 43, Debinha recuperou a bola no ataque, pela esquerda, e cruoua na medida para Bia Zaneratto desviar de pé esquerdo e fazer o quinto gol do Brasil.

Fim de jogo! Estreia espetacular do Brasil!


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!