Sportbuzz
Testeira
Futebol / BRASILEIRÃO!

Com polêmica, São Paulo bate Santos e vai ao G-6 do Brasileirão

Para encerrar a quarta rodada, São Paulo contou com o apoio da torcida, marcou já nos minutos finais e ultrapassou o rival na tabela do torneio

Redação Publicado em 02/05/2022, às 21h57

São Paulo derrubou o Peixe no clássico - GettyImages
São Paulo derrubou o Peixe no clássico - GettyImages

Na noite desta segunda-feira, 02, o São Paulo pisou no gramado para disputar a quarta rodada do Brasileirão e encarou o rival Santos, que chegou embalado para o clássico. Atuando dentro de casa, a equipe de Calleri e companhia saiu na frente, cedeu o empate, mas contou com gol de pênalti bastante polêmico para vencer por 2 a 1, chegar aos sete pontos e assumir o quinto lugar.

No início do primeiro tempo, o Tricolor dominou as ações e encontrou muitos espaços na defesa rival para chegar com perigo. Logo aos nove minutos, Patrick recebeu com liberdade pelo lado esquerdo e cruzou para Calleri, que se desgrudou da marcação e colocou no fundo das redes. 1 a 0. Perdido no jogo, o Santos não conseguiu neutralizar o adversário.

 

CANAL - SPORTBUZZ:

Já aos 13 minutos, o São Paulo levou susto. Após cruzamento, Jandrei afastou para dentro da área e viu Léo Baptistão ficar com a sobra. Porém, o chute saiu por cima do gol. Com ritmo mais lento, o time da casa deu espaços ao Peixe, mas ainda assim quase marcou o segundo. Aos 36 minutos, Patrick ganhou no alto e assustou João Paulo.

Ainda com problemas na marcação, o Santos começou a ganhar ritmo e construir bons lances no campo de ataque. Aos 45 minutos, Léo Baptistão ganhou a disputa de bola com Wellington e tocou na medida para Marcos Leonardo, que se atirou na bola, colocou no fundo das redes e vibrou com o gol marcado no dia de seu aniversário. 1 a 1. Intervalo!

São Paulo em ação no clássico
São Paulo venceu clássico bastante disputado (Crédito: GettyImages)

 

Já na segunda etapa, o São Paulo voltou a dominar as ações e quase marcou o segundo. Aos seis minutos, Alisson tabelou com Eder e finalizou para boa defesa de João Paulo. Já aos sete, Calleri apareceu mais uma vez, mas viu Velázquez cortar no momento exato e salvar o Peixe, que teve muitas dificuldades para se encontrar nos primeiros minutos.

No entanto, o Santos conseguiu ser perigoso em contra-ataque. Aos dez minutos, Madson mandou cruzamento rasteiro e encontrou Léo Baptistão, que tentou tocar na bola, mas não deu com força nela. Ainda nos ataques rápidos, o time da Vila quase marcou. Aos 13, Jhojan Julio deu lindo passe para Rodrigo Fernández, que finalizou e por pouco não deixou o dele.

No embalo da torcida, o São Paulo passou a tomar decisões com pressa e perdeu ritmo no setor de ataque. Em chute de longe, Rodrigo Nestor levou perigo à meta rival já aos 21 minutos. Com jogadas cada vez menos perigosas, o clássico perdeu a empolgação dos primeiros lances e teve velocidade bastante reduzida dos dois lados.

Com muito equilíbrio, o Santos conseguiu neutralizar as ações do rival, mas se complicou em lance bastante polêmico. Após cruzamento para a área, Rodrigo Fernández tocou com a mão na bola e viu o VAR recomendar a revisão do lance. Depois disso, o árbitro Leandro Pedro Vuaden apontou a marca da cal e deu pênalti aos donos da casa.

No entanto, a reclamação principal dos santistas é de um lateral na origem da jogada, que gerou muitas dúvidas. Sem ter culpa no lance, o São Paulo foi para a cobrança de pênalti e viu Luciano colocar no fundo das redes. 2 a 1. Revolta dos jogadores do Peixe! Com os ânimos exaltados, o clássico terminou com o triunfo dos donos da casa. Fim de papo!


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!