Sportbuzz
Testeira
Futebol / LIGA DAS NAÇÕES!

Com dois gols de Ferrán Torres, Espanha supera Itália e se garante na final da Liga das Nações

Com dois gols no primeiro tempo e um homem a mais, a Espanha apenas administrou o placar para sair com a vitória

Redação Publicado em 06/10/2021, às 16h46 - Atualizado às 17h45

Jogadores da Espanha comemorando gol sobre a Itália - Getty Images
Jogadores da Espanha comemorando gol sobre a Itália - Getty Images

Nesta quarta-feira, 6, Itália e Espanha se enfrentaram no San Siro, valendo uma vaga para a grande final da Liga das Nações. Logo no início, aos 16 minutos, a Fúria abriu o placar com Ferrán Torres. A Itália até chegou a pressionar em busca do gol de empate, mas no final da primeira etapa, viu seu capitão Bonucci ser expulso de campo e, nos acréscimos, Ferrán Torres marcar seu segundo e ampliar a vantagem.

No segundo tempo, com um homem a mais em campo, a Espanha precisou apenas administrar o resultado para sair com a vitória e garantir a classificação. Os italianos até chegaram a diminuir com Pellegrini no final do jogo, mas não adiantou de nada. Agora, os espanhóis esperam o vencedor do confronto entre Bélgica e França, que acontece nesta quinta-feira, 7, para descobrirem seu futuro adversário na grande decisão.

ESCALAÇÕES

ITÁLIA: Donnarumma; Di Lorenzo, Bonucci, Bastoni e Emerson; Jorginho, Verratti e Barella; Chiesa, Insigne e Bernardeschi.

ESPANHA: Unai Simón; Azpilicueta, Laporte, Pau Torres e Alonso; Busquets, Koke e Gavi; Sarabia, Oyarzabal e Ferrán Torres.

 

 

1º TEMPO

O jogo começou muito agitado, com chances criadas para ambos os lados e não demorou muito para o primeiro zero sair do placar! Aos 16 minutos, em um vacilo da marcação italiana pela esquerda, Marcos Alonso serve Oyarzabal, que cruzou na medida para Ferrán Torres desviar de primeira e abrir o placar. 1 a 0 Espanha!

Minutos depois do gol, a Seleção Espanhola continuou apertando a saída de bola italiana, até que conseguiu fazer o desarme e finalizar três vezes, sendo que na última delas, Donnarumma deixou a bola escapar e contou com a sorte, pois ela chegou a bater na trave antes de Bonucci afastar.

Aos 35 minutos, Bernardeschi recebeu um bom lançamento de Jorginho, invadiu a área e chutou forte, mas Unai Simón conseguiu espalmar e ainda viu a bola bater na trave antes de sair. No lance seguinte, Insigne perdeu a melhor chance para empatar, até então! O baixinho recebeu dentro da área e, de frente para o gol, tirou demais do goleiro e acabou mandando para fora.

Aos 40, Bonucci dividiu com Busquets e acabou acertando uma cotovelada no volante espanhol. O árbitro confirmou a infração e mostrou o segundo cartão amarelo do jogo para o zagueiro italiano, mandando o mesmo para o chuveiro mais cedo.

Até que, nos acréscimos, saiu o segundo gol espanhol! Após uma bonita troca de passes de primeira na entrada da área, Oyarzabal cruzou, encontrando Ferrán Torres, que subiu alto e cabeceou no contrapé de Donnarumma para guardar seu segundo gol no jogo e deixar a Fúria ainda mais perto da classificação.

2º TEMPO

As equipes voltaram mais cautelosas após o intervalo, com o jogo ficando um pouco mais truncado no início da segunda etapa. Aos 16 minutos, Chiesa teve a primeira grande chance do segundo tempo, quando recebeu um belo lançamento de Di Lorenzo, invadiu a área e encheu o pé na trave de Unai Simón, mas o bandeirinha já marcava posição irregular do atacante.

Aos 18, Pino pedalou na direita, chega levou para a linha de fundo e cruzou na segunda trave, onde encontrou Oyarzabal, que subiu para cabecear e mandou para fora, tirando tinta da trave. Depois disso a Espanha voltou a trocar passes no meio de campo, enquanto a Itália, com um jogador a menos, apenas se preocupava em fechar seus espaços.

Aos 33 minutos, Marcos Alonso recebeu um lindo passe no meio da área e, sem marcação, chutou cruzado, parando em uma belíssima defesa de Donnarumma. Na sobra, Bryan Gil tentou finalizar mais uma vez, mas foi bloqueado pela marcação.

Até que aos 38 a Itália descontou! Após escanteio da Espanha, a bola foi rebatida para o meio de campo, Pino recuou mal e acabou armando o contra-ataque de Chiesa, que só esperou a passagem de Pelegrini para tocar no companheiro, que mandou para o fundo da rede.

Após diminuir a diferença, os italianos até sonharam com o gol de empate, que não veio e foi a Espanha que ficou com a classificação para a final, que acontece no domingo, 10, às 15h45 (de Brasília), no San Siro. O adversário sairá do confronto entre Bélgica e França.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!