Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » COPA DO MUNDO

Com 32 seleções, Fifa divulga distribuição de vagas para a Copa do Mundo Feminina de 2023

Mundial será realizado na Austrália e na Nova Zelândia, com número recorde de seleções e sistema de repescagem

Redação Publicado em 24/12/2020, às 14h48

Taça da Copa do Mundo de Futebol Feminino
Taça da Copa do Mundo de Futebol Feminino - GettyImages

A Fifa anunciou nesta quinta-feira, 24, a distribuição de vagas para a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2023, na Austrália e na Nova Zelândia. Em nota divulgada, a entidade informou que serão 32 seleções na disputa, oito a mais que no último Mundial.

Serão 29 vagas diretas, incluindo dos dois países que irão sediar o torneio, e três por repescagem. A Europa é o continente que terá mais representantes na próxima Copa, com 11 países garantidos na disputa.

Para as participações diretas, a Fifa distribuiu da seguinte maneira: 6 para AFC (Ásia); 4 para CAF (África); 4 para Concacaf (Américas do Norte e Central); 3 para Conmebol (América do Sul); 1 para OFC (Oceania); e 11 para Uefa (Europa).

Para a repescagem serão: 2 para AFC; 2 para CAF; 2 para Concacaf; 2 para Conmebol; 1 para OFC; e 1 para Uefa.

Na repescagem, 10 seleções disputarão as últimas três vagas para a Copa do Mundo. As equipes serão divididas em três grupos (dois com três e um com quatro), sendo que times do mesmo continente não poderão ficar na mesma chave. O líder de cada grupo garante a classificação no torneio. O modelo de repescagem será um evento-teste da Fifa.

A Copa do Mundo de Futebol Feminino contava com 24 seleções desde 2015 e teve o mesmo formato em 2019. Nas edições de 1991 e 1995, foram apenas 12 times nacionais, enquanto os mundiais de 1999, 2003, 2007 e 2011 contaram com 16 países.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!