Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » SEM MÁGOAS!

Chiellini elogia Luis Suárez e diz que não guarda rancor por mordida: "Também sou um filho da p..."

Famoso lance aconteceu na Copa do Mundo de 2014 entre Itália e Uruguai

Izabella Macedo Publicado em 21/05/2020, às 21h14

Chiellini elogia Luis Suárez e diz que não guarda rancor por mordida
Chiellini elogia Luis Suárez e diz que não guarda rancor por mordida - Instagram/GettyImages

O zagueiro Giorgio Chiellini lançou recentemente sua autobiografia que conta com muitas histórias sobre o futebol e seus parceiros de gramado.

Apesar do livro estar marcado pelas declarações polêmicas que foram escritas pelo jogador, uma delas serviu para esclarecer possíveis rumores que ainda existam.

Na história sobre sua carreira no futebol, a mordida que levou de Luis Suárez na Copa do Mundo de 2014, evidentemente não poderia ficar fora.

O italiano aproveitou para reforçar o que já tinha dito em outras ocasiões: Não guarda rancor do jogador, pelo contrário. Ele diz que é muito parecido com o atacante uruguaio do Barcelona.

"Ele e eu somos iguais e gosto de enfrentar atacantes como ele. O chamei depois de uns dias, mas não havia necessidade de desculpas", escreveu em seu livro.

“Também sou um grande filho da p... no campo e estou orgulhoso dele. A malícia é parte do futebol. Para vencer um rival, tem que ser inteligente”, completou.

A polêmica mordida aconteceu na derrota por 1 a 0 da Itália para o Uruguai, na última rodada da fase de grupos do Mundial no Brasil. Por aquele lance, Luis Suárez foi suspenso pela Fifa por quatro meses do futebol.

Depois daquela partida, ambos se enfrentaram mais duas vezes por seus clubes, Juventus e Barcelona, na Liga dos Campeões. 

"Admiro sua malícia. Se a perde, seria um atacante normal. Não aconteceu nada de estranho na Copa do Mundo de 2014. Marquei Cavani na maior parte do jogo, outro jogador complicado de marcar e contra quem não perdemos nada. De repente, me dei conta que tinham me mordido no ombro. Simplesmente aconteceu, mas essa é a sua estratégia de contato na luta de corpo a corpo, e posso dizer que também é a minha", contou Chiellini, ao narrar o lance da mordida.

A autobiografia "Eu, Giorgio" foi lançada no último dia 12. Desde então várias declarações do zagueiro italiano, de 35 anos, têm sido divulgadas. 

Em um dos trechos, ele criticou Felipe Melo e Mario Balotelli, apesar de ter feito as pazes com o atacante italiano, recebeu uma resposta dura do brasileiro.


 
 

 

 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!