Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » VISH!

Além de Chelsea e Manchester City, Barcelona também pode deixar Superliga; entenda

Barcelona pode deixar a Superliga e seguir o caminho de Manchester City e Chelsea

Redação Publicado em 20/04/2021, às 15h26 - Atualizado às 16h21

Seguindo o caminho de Manchester City e Chelsea, Barcelona pode deixar a Superliga
Seguindo o caminho de Manchester City e Chelsea, Barcelona pode deixar a Superliga - GettyImages

O Barcelona é outro clube que também pode deixar a Superliga e seguir o caminho de Chelsea e Manchester City. De acordo com a "TV3", a entrada do catalães na competição está diretamente ligada a uma votação de sócios do clubes e, a partir dela, o Barça irá decidir se vai seguir no novo torneio ou se continuará ao lado da Uefa. 

Segundo informações do canal espanhol, Joan Laporta irá se reunir com a cúpula administrativa do Barcelona e espera pela próxima assembléia para votar na permanência do clube na Superliga. Se a maioria dos sócios foram a favor da competição, os catalães vão seguir nela, mas se a grande parte não aprovar a mudança, os culés irão sair do grupo dos 12. 

Todas essas atitudes serão tomadas, pois as fontes da "TV3" garantiram que o Barça colocou como claúsula contratual com Superliga essa obrigação. Ou seja, a presença dos catalães na competição formada pelos principais clubes da Europa ainda não está garantida e pode não acontecer. 

MANCHESTER CITY E CHELSEA TAMBÉM NÃO DEVEM CONTINUAR NA SUPERLIGA! 

A Superligachegou para abalar as estruturas do futebol e tentar mudar tudo o que sabemos em relação a competições de clubes. Tentando passar por cima de Uefa e Fifa, 12 gigantes europeus se reuniram com a intenção de criar uma competição economicamente mais atrativa para clubes como Chelsea e Manchester City, por exemplo.

 

No entanto, os dois citados acima, podem acabar não seguindo na ideia, que atualmente é liderada e bancada por Manchester United, Real Madrid e Juventus. De acordo com informações do “The Guardian”, a dupla apenas se uniu aos outros dez clubes por medo de ficar fora de um negócio que poderia ser extremamente rentável para eles.

A publicação destaca, que Chelsea e Manchester City não estariam dispostos a bancar tudo para dar sequência a competição. Ainda de acordo com a informação do jornal inglês, mais da metade dos 12 clubes da Superliga não estariam dispostos a correr os severos riscos que a Uefa prometeu para as equipes que abdicassem de torneios como Champions e Europa League.

Além disso, as manifestações dos torcedores de Blues e Citizens contra a criação de uma das ligas mais polêmicas já inventadas. Grande parte da torcida de City e Chelsea foram as ruas deixar claro toda a sua insatisfação com a situação proposta pelos outros gigantes europeus para a origem de uma liga independente de entidades futebolísticas.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!