Sportbuzz
Testeira
Futebol / CHELSEA

Chelsea: Abramovich apresenta sintomas de envenenamento, diz jornal

Roman Abramovich, dono do Chelsea, e outros dois negociadores ucranianos apresentaram sintomas de um possível envenenamento, aponta jornal

Redação Publicado em 28/03/2022, às 14h50

Chelsea: Abramovich apresenta sintomas de envenenamento, diz jornal - GettyImages
Chelsea: Abramovich apresenta sintomas de envenenamento, diz jornal - GettyImages

Roman Abramovich, bilionário russo e dono do Chelsea, apresentou sintomas de envenenamento. Além do mandatário do clube inglês, outros dois negociadores ucranianos relataram estar com olhos avermelhados, lacrimejamento constante e descamação da pele. Eles foram atendidos em hospitais e não correm risco de vida. As informações foram divulgadas pelo jornal “The Wall Street Journal”.

Os três apresentaram os sintomas após uma reunião que aconteceu em Kiev, capital da Ucrânia, no início de março, para tentar negociar um cessar-fogo com a Rússia. No dia 24 de fevereiro, as forças militares russas invadiram os territórios ucranianos, dando início à guerra no Leste Europeu. O primeiro encontro entre representantes dos países aconteceu quatro dias depois do começo do conflito, no dia 28 daquele mês.

 

Canal - SportBuzz:

A investigação do caso não conseguiu identificar qual o tipo de ataque o russo e os dois negociadores ucranianos sofreram, mas apontou a possibilidade de um agente químico ou biológico. O suposto envenenamento pode ter relação com os representantes de Moscou, que pretendem sabotar as negociações.

Ainda de acordo com a publicação, Rustem Umerov, parlamentar e empresário, é um dos negociadores vítimas do suposto ataque. Abramovich passou por Moscou, na Rússia, Lviv e outros pontos para a negociação. No último dia 26 de março, Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin, confirmou a participação do dono do Chelsea nas negociações iniciais.

Abromovich, dono do Chelsea
Abramovich, dono do Chelsea (Crédito: GettyImages)

 

No início de março, o bilionário Roman Abramovich confirmou que vai vender o Chelsea devido ao conflito entre Rússia e Ucrânia. Apontado como aliado do presidente russo Vladimir Putin, o dono do time inglês decidiu sair de cena e optou por negociar as ações do clube dentro dos próximos meses. Ele nega laços próximos com Putin.

O anúncio oficial sobre a venda dos Blues foi divulgado nas redes sociais da equipe, que mostrou uma carta escrita por Abramovich. No comunicado, o bilionário russo revelou que o lucro das ações do clube será enviado para as vítimas da guerra na Ucrânia, que foi invadida pelas forças militares russas. Vale destacar que o empresário está no comando do clube desde 2003.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!