Sportbuzz
Testeira
Futebol / MANDOU A REAL!

CBF nega Guardiola, mas não descarta técnico estrangeiro na seleção

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, negou contato com Guardiola, mas deixou em aberto a possibilidade de um técnico estrangeiro para a seleção brasileira

Redação Publicado em 19/04/2022, às 19h46

CBF nega Guardiola, mas não descarta técnico estrangeiro na seleção - Getty Images
CBF nega Guardiola, mas não descarta técnico estrangeiro na seleção - Getty Images

Nesta terça-feira, 19, o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues concedeu entrevista onde negou as especulações de que teria feito qualquer tipo de contato para que Pep Guardiola assuma a Seleção Brasileira após a saída do técnico Tite. A notícia foi divulgada há duas semanas pelo jornal espanhol ‘Marca’ e repercutiu muito Brasil à fora.

"A gente reconhece no Guardiola um vencedor, uma pessoa que dispensa qualquer tipo de apresentação. Mas não houve da parte da CBF, do presidente, e tampouco autorizei alguém a falar da minha parte, qualquer situação de buscar Guardiola para ser treinador da seleção. Em tempo algum isso aconteceu. Acompanhei as reportagens, mas não partiu da CBF, do presidente e nem de qualquer pessoa", afirmou Ednaldo.

 

CANAL - SPORTBUZZ: 

O treinador da Seleção Canarinho já deixou claro que deixará o cargo após a Copa do Mundo do Catar, mas ainda não existe um provável substituto. O mandatário da CBF, no entanto, não descartou a possibilidade de um treinador estrangeiro assumir o comando da Seleção Brasileira:

“Não temos compromisso de dizer que tem que ser brasileiro, mas também não temos o mesmo compromisso de que tem que ser estrangeiro. No tempo certo, vamos tratar do assunto", desconversou.
Tite deixa Seleção Brasileira
Tite deixará a Seleção Brasileira após o final da Copa do Mundo - Getty Images

 

GUARDIOLA ABRE O JOGO 

O nome de Guardiola ficou entre os assuntos mais comentados no mundo da bola durante a semana por conta da especulação de que ele seria o substituto de Tite no comando da Seleção Brasileira após a Copa do Mundo. Diante de tantas possibilidades, o próprio falou sobre o assunto durante entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, 8.

"Hoje não... Estou sob contrato aqui, estou muito feliz. Estou disposto a ficar para sempre aqui. Eu renovaria o contrato por dez anos, mas agora não é o momento. Não sei onde veio", disse o treinador acabando com as expectativas dos brasileiros que o esperavam no comando da seleção, mas indo de encontro com a opinião de outros.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!