Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » MANCHESTER CITY

CAS anuncia para julho a decisão sobre futuro do Manchester City em competições europeias

Os Citizens foram suspensos por dois anos pela UEFA e multado em 30 milhões de euros por desrespeitar o fair play financeiro

Damaris Andrade Publicado em 11/06/2020, às 14h50

O Manchester City entra em campo pela Premier League na próxima quarta-feira, 17
O Manchester City entra em campo pela Premier League na próxima quarta-feira, 17 - Divulgação

O Manchester City ainda vive momentos de incerteza sobre o futuro do clube nas competições europeias. Nesta quarta-feira, 10, a Tribunal de Arbitragem do Esporte (CAS) anunciou que a decisão se o clube inglês será ou não suspenso por desrespeitar o fair play financeiro será divulgada na primeira semana de julho.

Para quem não se lembra, em fevereiro de 2020, o Manchester City foi banido pela UEFA e terá que ficar fora de competições europeias por dois anos e pagar uma multa de 30 milhões de euros. O motivo foi que o clube cometeu sérias violações e não cooperou com as investigações. 

O Manchester City recorreu e o Tribunal de Arbitragem do Esporte (CAS) ficou responsável por analisar o futuro da equipe. Em Lausanne, na Suíça, os advogados do clube e da UEFA participaram de uma audiência de três dias e foi realizada por videoconferência.

A decisão deve ser anunciada na primeira quinzena de julho de 2020. A data exata será comunicada com antecedência. No final da audiência, ambas as partes manifestaram sua satisfação com a forma como o processo foi conduzido”, divulgou o CAS em um comunicado inicial.

Entenda o caso

No processo, o Manchester City foi considerado culpado por ter inflacionado de maneira falsa os valores de seus patrocínios, apresentados à Uefa em um processo aberto depois de documentos vazados pela revista alemã "Der Spiegel", em novembro de 2018.

Os emails vazados pela revista apontavam que o proprietário do Manchester City, Sheik Mansour bin Zayed Al Nahyan, da família que governa Abu Dhabi, estava financiando o patrocínio de 67,5 milhões de libras da camisa, estádio e as divisões de base através da companhia aérea de seu país, Etihad.

Segundo a entidade que rege o futebol da Europa, apenas 8 milhões de libras desse patrocínio na temporada 2015/2016 foram financiados diretamente pela companhia aérea, enquanto o restante veio do veículo da empresa de Mansour para a propriedade do City, o Abu Dhabi United Group.

A punição da Uefa valerá a partir da temporada 2020/21 - ou seja, o City ainda poderá continuar na disputa da Liga dos Campeões neste ano. Como o clube está ocupando a segunda colocação do Campeonato Inglês, zona de classificação para a próxima temporada da Liga dos Campeões, a tendência é que o quinto colocado da Premier League conquiste a vaga.


5 itens essenciais para os torcedores do Manchester City

1- Camisa Puma Manchester City Home 2020 - https://amzn.to/2JdcNwx

2- Mochila G Sport - https://amzn.to/32Fry2K

3- Bola De Futebol Número 5 - https://amzn.to/2o8jIQd

4- Moletom Puma Manchester City Hoodie - https://amzn.to/2qzDYep

5- Porta Tênis com duas divisões - https://amzn.to/2pGSVeo

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!