Sportbuzz
Testeira
Futebol / AÍ NÃO!

Carol Portaluppi relata assédio e revela: "Não tive reação"

Carol Portaluppi, filha de Renato Gaúcho, revelou que estava andando na rua quando alguém passou e utilizou uma garrafa de água para cometer o assédio

Redação Publicado em 17/12/2021, às 10h21 - Atualizado às 10h23

Carol Portaluppi relata assédio e revela que não teve reação no momento - Getty Images
Carol Portaluppi relata assédio e revela que não teve reação no momento - Getty Images

Depois de já ter sofrido com ataques da torcida do Flamengo há algumas semanas, na noite da última quinta-feira, 16, Carol Portaluppi foi ao seu Instagram, onde revelou ter sofrido assédio enquanto andava na rua no Leblon. No seu relato, a filha de Renato Gaúcho falou com detalhes sobre a situação horrível que passou.

No seu relato, Carol contou que estava andando e alguém tentou enfiar uma "garrafa na bunda" dela. Lutando contra o choro e ainda tentando processar o que aconteceu, a jovem falou sobre o sentimento de impotência que toma conta após uma situação tão desagradável.

Carolina Portaluppi relatou assédio que sofreu no Rio de Janeiro - Getty Images

"Prometi para mim mesma que não ia chorar aqui. Estava muito assustada, fiquei muito nervosa. Nem eu sei direito. Eu estava andando na rua no Leblon, aqui no Rio de Janeiro, e um homem veio, me falou umas coisas que eu nem consegui prestar atenção. Passou uma garrafa d'água e enfiou na minha bunda", começou.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por 🤍Carolina Portaluppi🤍 (@carolinaportaluppi)

"Fiquei tão assustada na hora que não tive reação. Só consegui continuar andando. E a rua estava cheia, ninguém fez nada. Não sei se as pessoas se assustaram. Eu nunca me senti tão impotente na minha vida. Minhas pernas tremendo muito. Vontade de gritar, pedir ajuda e, ao mesmo tempo, continuei andando, mantive a calma. Estou sem vontade de falar nenhuma, só estou falando porque tem muita gente falando comigo. Me abalou muito. Me senti bem agredida, assediada", finalizou a modelo.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por 🤍Carolina Portaluppi🤍 (@carolinaportaluppi)

Não é a primeira vez que a modelo fala sobre o assunto. Em entrevista ao Lance, em 2016, quando começou a ficar em evidência, Carol já tinha falado sobre o assédio que as mulheres sofrem.



Jogador é homem comum, e ainda tem o meio em que vivo... É meio inevitável. Mulher sofre muito assédio e a rede social a deixa mais exposta, contou.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!