Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » EXCLUSIVO

Capitã Jajá vê Cruzeiro mais forte para a temporada de 2021: “O clube merece sempre o topo”

Em entrevista exclusiva ao SportBuzz, zagueira celeste falou sobre as expectativas para o segundo ano na Série A1 do Brasileirão Feminino

Gabriela Santos Publicado em 22/01/2021, às 13h07 - Atualizado às 13h11

Jajá, após marcar o primeiro gol feminino no estádio Mineirao
Jajá, após marcar o primeiro gol feminino no estádio Mineirao - Estádio do Mineirão/ Reprodução

Capitã do Cruzeiro, a zagueira Jaini Teixeira, a Jajá, acertou sua permanência no clube para a temporada 2021. Uma das principais peças do elenco, a defensora de 26 anos fará seu terceiro ano com a camisa celeste.  

No clube desde o início de 2019, quando o time profissional foi apresentado, Jajá se tornou uma das líderes e se firmou na equipe titular. A zagueira participou da campanha de acesso para a Série A1 do Campeonato Brasileiro e da conquista do Campeonato Mineiro.

Em entrevista exclusiva ao SportBuzz, a capitã celeste falou sobre a boa campanha do Cruzeiro na temporada de 2019.

“Foi muito bom ter ajudado na belíssima campanha que fizemos em 2019. Minha voz sempre ali, orientando e ajudando minhas companheiras, ajuda muito dentro e fora de campo. Tínhamos um objetivo, e a todo momento o trabalho que nos era passado tinha um foco: conseguir o acesso para a A1 em 2020 e o título do estadual. E isso foi conquistado”, contou a zagueira.

No Campeonato Brasileiro de 2020, o Cruzeiro ficou na 10ª colocação na primeira fase e não avançou para o mata-mata. Em 2021, o time mineiro fará seu segundo ano na elite do futebol feminino, e Jajá espera fazer história pelo clube.

“(As expectativas) Sempre são as melhores. Feliz em ter dado início ao projeto do feminino lá em 2019. Vou para mais uma temporada vestindo essa camisa, dando continuidade para escrever histórias nas páginas heroicas e imortais do Cruzeiro”, continuou.

Capitã Jajá vê Cruzeiro mais forte para a temporada de 2021: “Merece sempre o topo” (Crédito: Daniel Camargos)

 

Para ela, manter a base do elenco que iniciou o projeto profissional e a experiência nas disputas do ano passado ajudarão o Cruzeiro na próxima temporada.

“Eu tenho certeza de que nosso trabalho vem mais consolidado pelo fato de terem mantido por mais um ano a base do início do projeto. Isso ajuda no entrosamento dentro de campo. As peças que estão chegando vão agregar e fortalecer mais o grupo”, continuou Jajá.

“Nós também ficamos com a experiência do ano passado. Éramos um dos times mais novos e, por vezes, pecamos na falta de experiência num campeonato de um nível forte, onde não podemos vacilar. Espero que esse ano voltaremos mais fortes do que nunca, porque o Cruzeiro é grande e merece sempre o topo. Pode esperar um grupo mais focado e maduro”, completou.

Em 2020, as ‘Cabulosas’ chegaram à final do Campeonato Mineiro Feminino mais uma vez, mas foram derrotadas pelo Atlético-MG na decisão. A zagueira viu o Cruzeiro perder muitas oportunidades na disputa do título Estadual.

“O futebol é uma caixinha de surpresas. Estávamos com o título na mão e fomos pegas de surpresa. Não soubemos usar o tempo a nosso favor e matar o jogo de vez com as oportunidades que tivemos e desperdiçamos”, avaliou Jajá.

No ano passado, o Mineirão recebeu partidas do futebol feminino e a zagueira foi a primeira atleta do Cruzeiro a marcar um gol no estádio. Ela descreveu a sensação, destacando a visibilidade para o futebol feminino.

“Sem palavras para descrever a honra de poder jogar ali dentro (no Mineirão), isso dá visibilidade para o clube e para as atletas. Estou feliz por ver que estamos crescendo e evoluindo cada vez mais o futebol feminino, e por ter sido a primeira atleta a fazer um gol nesse grande palco”, disse a capitã celeste.

Com seu nome na história do clube, Jajá também sonha com a Seleção Brasileira, hoje comandada por Pia Sundhage. O trabalho bem feito é a receita da zagueira para ser convocada pela sueca.

“Sonho e trabalho muito para que isso aconteça. E vai ser na hora certa, quando eu menos esperar. Meu foco é de sempre jogar bem e procurar evoluir, para que o dia o dia da minha convocação seja levando o nome do Cruzeiro, vejo a Seleção como uma graduação uma valorização para nós atletas, porque se eu chegar lá eu sei o quanto estarei preparada e posso dar vôos mais altos e até lá vou trabalhar mais forte ainda com o Cruzeiro”, finalizou.

A Série A1 de 2021 do Campeonato Brasileiro Feminino estreia em 28 de março e tem final programada para 26 de setembro.

Outras respostas

Qual foi sua aposta para renovar com o Cruzeiro por mais uma temporada?

“Confiança no trabalho que vem sendo feito, minha evolução como atleta e pessoa, a estrutura que nos é oferecido, sigo trabalhando na certeza que com o Cruzeiro posso dar vôos mais altos em minha carreira e evoluir a cada dia”.

Como avalia sua passagem no Cruzeiro até o momento? Pretende seguir no time depois da temporada de 2021?

“Desde que cheguei ao clube, sempre vesti a camisa. Todos os dias dando o melhor de mim, acrescentei nos títulos, somei com minhas colegas... Minha permanência no time vem da colheita de muito esforço, vontade, dedicação e trabalho. Se ainda estou aqui é o resultado de um bom futebol que venho mostrando e sei que posso continuar evoluindo, querendo sempre voos mais altos. Meu foco é conquistar títulos importantes com a camisa do Cruzeiro. Tenho certeza que com isso coisas melhores virão”.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!