Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » ESPECIAL SPORTBUZZ!

A bruxa está solta! Relembre as piores lesões que já aconteceram no futebol!

Desconfortos e estiramentos são relativamente comuns aos atletas, mas existem aquelas lesões que não saem da memória

Izabella Macedo Publicado em 31/10/2020, às 13h00

A bruxa está solta! Relembre as piores lesões que já aconteceram no futebol
A bruxa está solta! Relembre as piores lesões que já aconteceram no futebol - Transmissão TV Globo

O terror de qualquer jogador de futebol é sofrer alguma lesão e desfalcar o time durante muito tempo.

Por conta do calendário puxado, o físico dos atletas é bem mais exigido para atuar em partidas que muitas vezes acontecem na mesma semana, com pouco descanso.

Diante disso, é comum nos depararmos com os atletas se lesionando durante as partidas, especialmente quando há o encontro nas datas dos jogos, que forçam os jogadores a estarem em campo mesmo já cansados.

O resultado disso é certeiro: lesões.

No entanto, existem aquelas lesões musculares ou desconfortos que deixam o atleta fora dos gramados por uma ou duas partidas, mas a que não sai da cabeça são as mais graves, que demoram meses e até mesmo anos para se recuperarem.

Neste dia de Halloween, o SportBuzz relembra aqui quais foram as piores lesões que já aconteceram no futebol, mostrando que sim, a bruxa ainda está a solta! Confira:

Maikon Leite

Entrando para o ranking de uma das imagens mais chocantes do futebol, em 2008, o atacante Maikon Leite rompeu os ligamentos do joelho direito na partida contra o Flamengo.

O ex-santista tentou driblar o goleiro, mas seu pé ficou preso e consequentemente torceu o seu joelho até a lesão estourar.

Na época, após passar por uma cirurgia que praticamente reconstruiu o seu joelho, os médicos deram o prazo de mais ou menos 12 meses para que ele pudesse voltar a jogar.

Luciano Almeida

Do extremo da vibração para a dor intensa. Luciano Almeida, ex-jogador do Botafogo marcou o segundo gol do Alvinegro contra o Sport, aos quatro minutos do segundo tempo.

No entanto, apenas três minutos depois, o jogador se jogou para dividir uma bola, mas sua perna direita ficou presa e assim, sofreu uma fratura no tornozelo. 

Para que sua recuperação fosse completa, o atleta ficou parado durante cinco meses.

Ronaldo Fenômeno

Em 1999, Ronaldo Fenômeno sofreu sua primeira grave lesão.

Recém contratado pela Internazionale em 1997, o ex-camisa 9 da Seleção Brasileira foi eleito duas vezes o melhor do mundo, mas seu auge foi interrompido depois de romper os ligamentos do joelho.

Sua recuperação durou mais de um ano, quando voltou a jogar em 2000. 

Filipe Luis

Vivendo bom momento no Deportivo La Coruña e com boas chances de atuar na Copa do Mundo de 2010, o lateral Filipe Luís teve sua trajetória interrompida em janeiro do mesmo ano.

O brasileiro se chocou com o goleiro Iraizoz, do Atletic Bilbao e sofreu uma fratura exposta e luxação no tornozelo direito.

Francesco Totti

O ano de 2006 foi bem complicado para o atacante italiano Francesco Totti.

Ídolo da Roma e cotado para ser um dos líderes da Seleção Italiana na Copa do Mundo da Alemanha, o camisa 10 se lesionou em fevereiro, onde fraturou a fíbula após um choque com o zagueiro Vanigli, do Empoli.

Totti conseguiu se recuperar em três meses, foi para a Copa do Mundo, garantiu a vitória da Azzurra contra a Austrália nas quartas de final e sagrou-se campeão contra a França.

Petr Cech

Estando na lista dos principais goleiros do mundo, não tinha dúvidas, Petr Cech era unanimidade quando falávamos dos goleiros do Chelsea.

O arqueiro voltou muito bem depois da Copa do Mundo de 2006, mas em outubro do mesmo ano levou uma joelhada na cabeça de forma acidental.

Ele precisou ser submetido a uma cirurgia e voltou aos gramados em 2007, sendo obrigado a usar um capacete para reduzir riscos de uma nova lesão.

Djibril Cissé

O atacante chegou no futebol como sendo uma grande aposta da Seleção Francesa e também para ser sucessor da dupla Trezeguet e Henry.

No entanto, as lesões interromperam o sucesso do atacante, quando em 2004, quando defendia o Liverpool, o francês teve a perna esquerda quebrada após uma dura dividida.

Miller Bolaños

Em seu primeiro GreNal, o atacante recebeu uma cotovelada do lateral William e quebrou a mandíbula.

O jogador ficou afastado dos gramados e voltou em má fase, porém, sua temporada terminou com o pé direito, marcando o gol do título da Copa do Brasil contra o Atlético Mineiro.

Edgar Andrade 

Em uma partida entre Cruz Azul e UAG Tecos em 12 de junho de 2007, o jogador mexicano sofreu uma dramática fratura ao tentar recuperar uma bola para a sua equipa e torceu o tornozelo.

Ele deu um carrinho e ficou com a perna direita "presa" na grama.

Depois de muitos meses de recuperação, ele voltou para o campo em 2007 e se tornou um importante camisa onze da equipe.

João Vitor

O zagueiro, na época, do Paraná, João Vítor dividiu a jogada com o atacante Souza, que quando arrematou para o gol, acabou chutando também o braço esquerdo do adversário.
 
O jogo foi parado na hora e o atleta já recebeu os primeiros atendimentos ainda no gramado do departamento médico tricolor.
 
De ambulância, João Vítor foi levado para o hospital, onde foi submetido a exames que constataram a gravidade da lesão. 

5 itens de times internacionais que todo amante do futebol vai querer ter

1- Camisa Juventus 1985 Retrô - https://amzn.to/2JeQQgo

2- Caneca Scandinavia Real Madrid - https://amzn.to/2oh7iWs

3- Porta Tênis c/ 2 divisões Manchester City - https://amzn.to/32GlAin

4- Funko Pop! Paris Saint-Germain Kylian Mbappé - https://amzn.to/2pJkLGO

5- Bola Bolsa Esportiva Barcelona - https://amzn.to/2MGSGsQ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!