Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » É DECISÃO!

Brasil x Argentina: confira a análise completa da final da Copa América!

Seleção Brasileira vai em busca do bicampeonato, enquanto os ‘hermanos’ querem encerrar um jejum de 28 anos sem título

Lucas Cesare Publicado em 08/07/2021, às 19h47 - Atualizado às 19h58

Brasil e Argentina se enfrentam pela grande decisão da Copa América
Brasil e Argentina se enfrentam pela grande decisão da Copa América - Getty Images

Neste sábado, 10, Brasil e Argentina se enfrentam pela grande decisão da Copa América. Seleções fizeram as melhores campanhas durante toda a competição e agora vão decidir o troféu, que pode ser o 10º dos brasileiros, ou o 15º dos argentinos.

De um lado, a seleção brasileira busca o bicampeonato, já que sagrou-se campeã em 2019. Desta vez, o técnico Tite poderá contar com seu principal jogador em campo, Neymar, que ficou de fora da disputa do último torneio continental por conta de uma lesão.

Do outro lado, a Argentina busca encerrar um jejum de 28 anos sem títulos. A albiceleste já bateu na trave três vezes nos últimos anos, na Copa do Mundo de 2014, em que perdeu a final para a Alemanha e nas Copas América de 2015 e 2016, ambas perdidas para o Chile.

Pensando na grande final, o SportBuzz decidiu montar uma análise completa do confronto entre Brasil e Argentina, que acontece neste sábado, 1o, às 21h (horário de Brasília), no estádio do Maracanã.

 

 

BRASIL

A Seleção Brasileira se classificou em primeiro lugar no grupo B, com 10 pontos. Depois, despachou Chile e Peru nas quartas e semi, respectivamente, e agora vai para o seu maior desafio.

Com um time organizado, uma defesa bem sólida que concedeu apenas dois gols até aqui na competição e um ataque veloz, o Brasil deve ir para cima da Argentina e propor o jogo, contando com os dribles em velocidade de Neymar para tentar abrir espaços.

Crédito: Getty Images

 

A equipe não contará com Gabriel Jesus, que recebeu suspensão de dois jogos pela falta cometida em Mena, no jogo das quartas de final contra o Chile. Assim, fica a dúvida se o companheiro de ataque de Neymar e Richarlison no ataque seguirá sendo Everton Cebolinha ou, quem sabe, Gabigol.

ARGENTINA

Os ‘hermanos’, por sua vez, também passaram em primeiro lugar em seu grupo, com uma campanha idêntica à do Brasil, mas nas quartas eliminaram o Equador e na semifinal a Colômbia, nos pênaltis.

A Argentina possui o segundo melhor ataque da competição, com 11 gols, um a menos do que o da seleção brasileira. Porém, diferente da seleção canarinho que possui seus gols divididos entre diversos jogadores do elenco, os argentinos dependem demais de seu camisa 10, Lionel Messi.

Crédito: Getty Images

 

A equipe até possui outros bons jogadores que podem definir uma partida. Nomes como Di María, Lautaro Martínez, Kun Agüero, mas nenhum deles funciona sem a genialidade de Messi. O baixinho é, sem dúvida, o melhor jogador desta Copa América, sendo o artilheiro do torneio, com quatro tentos, e o líder de assistências, com cinco passes para gol.

Assim, com Neymar de um lado e Messi do outro, a promessa é de um grande espetáculo, muito equilibrado. E você vai poder acompanhar todos os detalhes do pós-jogo entre aqui, no SportBuzz. Com a cobertura da partida e a repercussão da grande final, você não vai perder nenhum detalhe sobre o grande campeão da Copa América.

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!