Sportbuzz
Testeira
Futebol / TEMPOS DIFÍCEIS!

Branco fala sobre seu tempo de internação por Covid-19 e faz pedido; "Digo de coração, cuidem-se"

Branco, campeão do mundo com a Seleção Brasileira, recebeu alta há um mês e conta sobre a internação devido à Covid-19

Redação Publicado em 03/05/2021, às 12h57

Branco pede cuidado em relação à Covid-19 - Transmissão SporTV
Branco pede cuidado em relação à Covid-19 - Transmissão SporTV

Um mês após ter ficado internado depois de ter contraído Covid-19, Branco, ex-jogador de futebol e campeão do mundo com a Seleção  Brasileira, continua em processo de recuperação.

Branco passou 17 dias internado, e teve que ficar entubado em cinco deles. As complicações acabaram sobrecarregando o pulmão do ex-jogador e agora, após receber alta, ele precisa fazer fisioterapia para o pulmão, como contou à "Veja".

"Estava muito acima do peso, e ainda estou, mas deixei o hospital 20 quilos mais magro e vou me empenhar para manter isso, ficar com a saúde em dia, porque agora eu sei: sem ela, você não é nada. Não estou 100% recuperado. Faço fisioterapia para a recuperação plena do pulmão e para os músculos. Caminhar ou subir escadas dá um tremendo cansaço.", disse o campeão do mundo de 1994.

Além disso, Branco contou que seu estado de saúde era considerado de alta gravidade e falou sobre os momentos tensos da internação.

"Estava muito agitado, às vezes acordava aos berros, dizendo que queria fugir do hospital. Por isso, me amarraram na cama, para que não me machucasse... Atado à cama, eu gritava com médicos e enfermeiros, totalmente fora de mim. Conforme fui acordando e melhorando, voltei à consciência e só aí entendi o que tinha me acontecido", falou.

O campeão mundial com a seleção do Brasil, acredita que o passado de atleta foi influente em sua recuperação. Destacou as atividades físicas, mas também o fato de impor metas e do controle psicológico diante das adversidades.

"Já estava melhor, respirando sem o tubo de oxigênio, quando ia mentalmente de um objetivo para o imediatamente seguinte: se me tiravam uma sonda, eu me concentrava na próxima; um bom raio X era uma alegria, e já me preocupava com o resultado do que viria depois. Essas pequenas e gradativas vitórias foram essenciais para que eu recobrasse o ânimo e o vigor"., comentou.

O atual coordenador da seleção masculina de base passou por momentos difíceis em que teve precisou de auxílio de ventilação mecânica. Depois de encarar o vírus de frente, Branco pediu cuidado à população. 

"Depois de tudo o que eu sofri com essa doença perigosa, que pega a pessoa de jeito, de uma hora para outra, sem dar aviso, digo de todo o coração: cuidem-se", pediu o ex-jogador.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!