Sportbuzz
Testeira
Futebol / BRASILEIRÃO

Bragantino: Barbieri comenta partida contra o Atlético-MG

Técnico do Red Bull Bragantino, Maurício Barbieri falou sobre o jogo diante do Atlético-MG, com o empate conquistado na 7ª rodada antecipada pelo Campeonato Brasileiro

Redação Publicado em 12/05/2022, às 12h41

Maurício Barbieri, do Red Bull Bragantino - Ari Ferreira/Red Bull Bragantino/Flickr
Maurício Barbieri, do Red Bull Bragantino - Ari Ferreira/Red Bull Bragantino/Flickr

O treinador do Red Bull Bragantino, Maurício Barbieri, abriu o jogo sobre o Atlético-MG e o empate entre as equipes na última quarta-feira, 11, pela 7ª rodada antecipada do Campeonato Brasileiro. Apesar do resultado, o comandante não deixou de enaltecer o elenco e afirmou que houve um bom confronto no Nabizão.

“Fizemos um grande jogo. Não enfrentamos qualquer adversário. É um adversário qualificado, que joga junto há bastante tempo”, apontou Barbieri. “No primeiro tempo, fomos fieis à nossa identidade. O que faltou foi aproveitar um pouco mais as oportunidades criadas. Foram muitas bolas cruzadas na área que não conseguimos colocar para dentro. O número de finalizações foi baixo, mas o número de oportunidades foi alto”.

 

CANAL - SPORTBUZZ:

O treinador do time paulista também especificou o momento inicial da queda de rendimento em campo durante a partida, porém não menosprezou o único ponto adquirido com o placar igualado. “No segundo tempo, caímos um pouco. Eles passaram a controlar um pouco mais, fizeram um gol em uma falta. Ainda assim, tivemos contra-ataques, que poderíamos ter aproveitado”, ressaltou.

“Defendemos bem. Estou também muito feliz com a volta do Raul, o Artur voltando a render perto do que pode […]. Queríamos a vitória, mas no geral foi um jogo equilibrado. Um ponto importante”. Barbieri aproveitou para tecer críticas à arbitragem do jogo, que acabou expulsando o lateral-esquerdo de seu elenco.

Red Bull Bragantino e Atlético em campo
Red Bull Bragantino e Atlético em campo (Créditos: Pedro Souza/Atlético/Flickr)

 

"O Ramon se excedeu na cobrança. A gente vai conversar com calma. Agora eu preciso saber quem é que dá cartão para o juiz”, pontuou. “Porque ele faz o que quer, falta com educação, destrata as pessoas. Numa falta que o Ramires sofreu, ele deu um soco na bola. O Arana deu um tapa na cara do Jan Hurtado. E aí tem VAR e ninguém vê”.

Maurício ainda completou: “Eu tomei cartão quando o Artur foi para cima aqui, um lance que poderia ser pênalti. Eu falei para o bandeira: 'tem que checar'. O árbitro mandou bater a falta sem nem esperar checar. E se tivesse sido pênalti? Aí pelo protocolo ele não poderia voltar atrás. E quem é que dá cartão para o árbitro?”.

Apesar dos reveses sofridos no duelo, o técnico se manteve positivo. “A gente se mantém na parte de cima, temos condições de recuperar esses pontos e fazer uma grande temporada, que é o nosso objetivo”, destacou. “O jogo de terça-feira é importante, decisivo. Não vamos correr riscos excessivos. A gente trabalha muito para controlar o máximo possível. Se entendermos que existe algum risco, vamos optar por outro jogador”.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!