Sportbuzz
Testeira
Futebol / VISH!

Botafogo: após derrota para o Náutico, Marcelo Chamusca detona arbitragem

Botafogo perdeu para o Náutico e Marcelo Chamusca colocou a derrota na conta da arbitragem

Redação Publicado em 21/06/2021, às 17h01 - Atualizado às 17h15

Marcelo Chamusca critica arbitragem de Botafogo x Náutico - Vítor Silva / Botafogo / Flickr
Marcelo Chamusca critica arbitragem de Botafogo x Náutico - Vítor Silva / Botafogo / Flickr

No último domingo, 20, o Botafogo visitou o Náutico, teve boa atuação, mas acabou saindo derrotado por 3 a 1. Depois da partida, Marcelo Chamusca concedeu entrevista coletiva e deixou claro que o resultado é fruto de uma interferência externa e erros da arbitragem. 

O treinador do Botafogo defendeu a performance de seu elenco, mas criticou as decisões dos árbitros ao longo dos 90 minutos. Chamusca deixou claro que os lances que originaram os gols do Náutico poderiam ter sido evitados, mas os erros da arbitragem e as pressões externas foram fundamentais para o resultado do jogo. 

"Nós tivemos uma boa atuação. Se você observar a estatística, nós fomos mais assertivos. Finalizamos mais no alvo do que o adversário. O Náutico finalizou quatro vezes, com dois pênaltis. O Botafogo acertou oito finalizações. Tivemos na maior parte o controle do jogo, as melhores chances. No escanteio que o árbitro deu, eles foram felizes e fizeram o gol. Náutico tem bom batedor e jogadores que ocupam o espaço e atacam a bola. Se a gente for falar de desempenho, saio com sentimento positivo. A gente performou, competiu, teve espírito", afirmou. 

Ele ainda seguiu: "O resultado é ruim, mas dentro da normalidade da Série B. O Náutico não é líder por acaso. Perdemos com interferência da arbitragem. O que aconteceu aqui hoje fora do campo beira o absurdo. Tinha representante da federação pernambucana escondendo a bola. No intervalo, o árbitro não conseguiu sair pelas pressões. No segundo tempo, ele marcou dois pênaltis. A competição é assim". 

MARCELO CHAMUSCA SEGUIU CRITICANDO A ARBITRAGEM!

"Na minha opinião, interferência total (da arbitragem) desde o início. No início de jogo, ele expulsou Hélio dos Anjos (técnico do Náutico) sem nenhum motivo. Daí em diante ele começou a dar cartão de forma aleatória sem nenhum critério. Ele deu um cartão para o Warley por ter colocado o braço no rosto do jogador do Náutico, depois o Kieza fez o mesmo e ele foi conversar com o Kieza. Na parte disciplinar, horroroso. Na parte técnica: não foi escanteio no primeiro gol que sofremos, quem chutou a bola foi o jogador do Náutico. O gol resultou de escanteio que não existiu", explicou. 

"O primeiro pênalti é de interpretação, mas tudo bem, podemos falar que o PV foi imprudente, mas o segundo a bola estava fora quando houve o contato. Quando a bola sai o jogo para, isso é uma regra básica do futebol. Arbitragem muito ruim, esse árbitro (Wanderson Alves de Sousa) apitou final do Campeonato Mineiro, conseguiu fazer lambança, que os dois times, Atlético-MG e América-MG, ficaram insatisfeitos. O cara conseguiu apitar mal um jogo que tinha VAR. Um mês depois o cara está apitando um jogo tão importante como Náutico x Botafogo e fazendo lambança. É muito complicado a gente falar sobre o jogo quando o árbitro tem interferência direta no resultado", concluiu.

O Botafogo só volta a campo no próximo dia 26, quando visita o Sampaio Côrrea, às 16h30. Ou seja, Marcelo Chamusca vai ter a semana inteira para recuperar o seu elenco e preparar a equipe para a próxima rodada da série B do Campeonato Brasileiro.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!