Sportbuzz
Testeira
Futebol / POLÊMICA!

Em nota oficial, Boca Juniors dispara contra arbitragem e Atlético-MG: "Maliciosa"

Com muita polêmica, Atlético-MG eliminou o Boca Juniors na Libertadores

Redação Publicado em 21/07/2021, às 15h08

Atlético-MG eliminou o Boca Juniors na Libertadores - GettyImages
Atlético-MG eliminou o Boca Juniors na Libertadores - GettyImages

Mesmo após ser eliminado da Libertadores, o Boca Juniors parece não aceitar a derrota, já que considera ter sido prejudicado nas duas partidas diante do Atlético-MG. Nelas, o clube argentino teve dois gols anulados e acabou se despedindo do torneio nos pênaltis.

Para completar a polêmica, os jogadores e membros da delegação do time argentino entraram em confronto com seguranças do Atlético-MG e profissionais do clube brasileiro ainda dentro do vestiário. Por conta da confusão, a equipe do Boca foi levada à delegacia e liberada na sequência.

 

Diante de toda a polêmica, o Boca Juniors utilizou as redes sociais para divulgar uma nota oficial e relatar todos os acontecimentos da partida diante do Galo. Com tom bastante ríspido, o comunicado não poupou ninguém.

O Clube Atlético Boca Juniors, instituição com 116 anos de história, sofreu dois erros inexplicáveis frente ao Atlético Mineiro neste confronto da Copa Libertadores, anulando gols legais que destruíram o espírito esportivo do torneio de maior prestígio do continente”, iniciou a nota.

Hoje, nossos parceiros, fãs, jogadores e equipe técnica foram prejudicados de forma maliciosa, com a interpretação da tecnologia do VAR sendo feita de forma maliciosa e intencional. O ocorrido marcou um acontecimento inédito, pois é o único caso em que ao vencer os dois jogos da série um clube é eliminado da competição”, continuou.

Além de todas as declarações citadas, o Boca Juniors também disparou contra o presidente do Atlético-MG. Isso porque Sérgio Coelho prometeu receber mal o time argentino e acabou sendo flagrado com objetos na mão, que foram atacados em direção aos rivais.

Situações como as vividas nos últimos dias revelam a gestão tendenciosa do nosso futebol continental. Também não podemos esquecer que a mais alta autoridade do Clube Atlético Mineiro disparou com expressões violentas e ameaçadoras durante vários dias até chegar aos infelizes acontecimentos em que sofreram danos físicos os nossos jogadores, comissão técnica e dirigentes”, disparou.

Mais uma vez fomos prejudicados por decisões que pouco têm a ver com o esporte e muito com a gestão arbitrária de uma competição que não o merece”, finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!