Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » TENSO!

Benfica nega entrada na Superliga europeia, ídolos criticam e Wolverhampton ironiza: "Muito tarde para um desfile"

Superliga europeia segue recheada de críticas negativas após o anúncio da criação

Redação Publicado em 20/04/2021, às 08h49

Superliga europeia gera críticas negativas de clubes
Superliga europeia gera críticas negativas de clubes - GettyImages
Desde o anúncio da criação da Superliga europeia, o torneio vem sendo bastante criticado por clubes, dirigentes e jogadores, que são contra a competição que pretende substituir a Liga dos Campeões.
 
A Fifa e a Uefa se colocaram veementemente contra o torneio e em Portugal, o Benfica negou que queira fazer parte da Superliga rebatendo especulações da imprensa local de que estaria interessado.
 
"O Sport Lisboa e Benfica, no âmbito da sua presença na ECA – Associação Europeia de Clubes, sempre se manifestou contrário a qualquer competição fora do âmbito da Uefa, tendo, inclusive, contribuído ativamente para a reformulação do modelo competitivo da Liga dos Campeões pós-2024. O clube sempre esteve, e estará, solidário com a Uefa e com os valores do futebol europeu", diz um trecho do comunicado oficial do Benfica.
 
Com esse posicionamento, o clube se junta a Sporting e Porto, outros dois grandes de Portugal, no posicionamento contra a Superliga.
 
Além disso, craques do futebol também se posicionaram contra a criação do torneio. 
 
"Como jogador e dono (do Inter Miami), sei que o nosso esporte não é nada sem os torcedores Precisamos de vocês para que o futebol seja para todos. Precisamos que o futebol seja justo e precisamos de competições baseadas no mérito. Se não protegermos esses valores, o jogo que amamos estará em perigo", disse Beckham, ídolo do Manchester United.
 
Outra lenda do United, o francês EricCantona utilizou o mesmo tom.
 
"Os fãs são a coisa mais importante, eles devem ser respeitados. Será que esses grandes clubes perguntaram a seus torcedores o que eles acharam dessa ideia? Não, e isso é uma pena", apontou.
 
Porém, existe quem também usa do bom humor para criticar, como foi o caso do Wolverhampton, que se declarou campeão inglês da temporada 2018/2019.
 
 
Na oportunidade, o clube terminou em sétimo lugar, justamente atrás dos seis clubes ingleses que fazer parte da Superliga (Manchester City, Liverpool, Chelsea, Tottenham, Arsenal e Manchester United).
 
"Provavelmente é muito tarde para um desfile", escreveu o Wolverhampton nas redes sociais.
 
Já o Everton condenou de forma dura o Big-6 inglês. Em comunicado publicado nesta terça-feira, 20, os Toffees manifestaram "Tristeza e desapontamento".
 
"Seis clubes agem apenas em defesa dos seus interesses. Seis clubes estão a destruir a reputação da liga e do jogo. Seis clubes escolheram desrespeitar todos os outros com quem se sentam à mesa na Premier League. Seis clubes estão a trair a maioria dos torcedores do futebol por esse país e pelo mundo fora", diz trecho da nota.
 
Os clubes da Premier League, sem a presença dos clubes que já integram o Big-6, se reúnem nesta terça-feira para conversar sobre o tema.
 
De acordo com o jornal britânico "Guardian", Chelsea e ManchesterCity, que fazem parte da Superliga, tinham dúvidas sobre participar da competição, mas entraram por medo das consequências de ficar de fora.
 
A publicação aponta ainda que menos da metade dos 12 clubes fundadores são considerados "Fanáticos" pela ideia.
 
Os 12 clubes fundadores da Superliga europeia são: Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham, da Inglaterra; Atlético de Madrid, Barcelona e Real Madrid, da Espanha; e Inter de Milão, Juventus e Milan, da Itália.

 

 

 

 

 
 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!