Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICOU!

Azpilicueta fala sobre momento do Chelsea: "Uma grande incerteza"

Azpilicueta, capitão do Chelsea, comentou sobre a atual situação vivida pelo clube após a saída de Roman Abramovich devido a sanções aplicadas contra o russo após os ataques de Putin à Ucrânia

Redação Publicado em 23/03/2022, às 11h59

Azpilicueta comenta momento conturbado no Chelsea - Getty Images
Azpilicueta comenta momento conturbado no Chelsea - Getty Images

Em entrevista coletiva, Azpilicueta comentou sobre o momento que o Chelsea vive após a saída de Roman Abramovich. O lateral esquerdo, que foi convocado por Luis Enrique para defender a Seleção Espanhola em amistosos, aproveitou a coletiva de apresentação para comentar o que os jogadores têm passado.

A situação dos Blues é muito delicada. Atual campeão europeu e mundial, o clube está à venda depois de sanções que foram aplicadas ao russo Roman Abramovich — ex-dono do clube —, que mantém relações com Vladimir Putin, presidente da Rússia, que ordenou os ataques bélicos à Ucrânia em fevereiro deste ano.

 

CANAL - SPORTBUZZ

Como a venda do clube ainda não foi acertada, o oligarca russo segue como proprietário do clube, o que fez com que as entidades responsáveis começassem uma espécie de boicote ao Chelsea, impedindo a entrada de público no estádio, o que bloqueia a renda e prejudica Abramovich. Comentando sobre o caso, Azpilicueta desabafou em entrevista e deixou claro o tamanho da complicação.

"Estamos vivendo uma incerteza. As últimas semanas mudaram, há uma grande incerteza, mas o que nós jogadores podemos fazer é nos preparar ao máximo. Desde que a venda do clube foi anunciada, conseguimos resultados muito bons", falou o lateral, capitão e, agora, um dos principais responsáveis pela manutenção da ordem no clube.

Azpilicueta se dispõe a ajudar o Chelsea
Azpilicueta se propõe a ajudar o Chelsea em meio a momento conturbado da equipe - Getty Images

Também foi imposta uma espécie de limitação no valor que pode ser gasto em viagens do clube, o que impediria o Chelsea de ir até Madrid para enfrentar o Real Madrid pelas quartas de finais da UEFA Champions League. Comentando sobre este caso, o espanhol confirmou que se colocou à disposição para arcar com os custos das viagens e comentou sobre o confronto na Champions.

"A predisposição por parte do elenco nestes tempos difíceis sempre foi ajudar o clube. São momentos de incerteza que nos ajudaram a estar mais juntos. Sempre vi uma grande predisposição por parte de todos do mundo para ajudar. [...] Vai ser muito complicado e as circunstâncias mudaram em relação a esta fase do ano passado (sem a regra do 'gol fora'). Vamos ver se há público em Stamford Bridge, espero que sim. É preciso mostrar favoritismo em campo", comentou.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!