Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » SALVADOR!

Autor do gol do título do Chelsea, Havertz comemora vitória na Champions League: "Sensação incrível"

Havertz marcou seu primeiro gol pelo Chelsea na Champions League justamente na final da competição

Redação Publicado em 29/05/2021, às 18h02

Havertz comemorando o gol dele pelo Chelsea na Champions League
Havertz comemorando o gol dele pelo Chelsea na Champions League - GettyImages
Neste sábado, 29, o Chelsea se tornou bicampeão da Champions League, mas para que isso fosse possível, a equipe precisou vencer o ManchesterCity, com o gol de Havertz, curiosamente, o primeiro dele pela equipe na competição.
 
Após a partida, o meia-atacante alemão, herói do título, que marcou no fim do primeiro tempo, comemorou o troféu, e o momento tão importante na carreira.
 
Em entrevista à "BT Sport", da Inglaterra, logo depois do jogo, Havertz afirmou que era um "sentimento incrível" e que esperou muito tempo por este momento.
 
"Não sei o que dizer. Nós merecemos. Quero agradecer à minha família. É uma sensação incrível. Esperei muito tempo e agora o fiz. Trabalhei 15 anos nesse momento e agora estou muito feliz", disse.
 
O camisa 29 chegou ao Chelsea no início da temporada, e foi a contratação mais cara da janela de transferências do mercado europeu. Nesta Champions, o atleta marcou apenas um gol, justamente o do título.
 

O jogo do título

 
Era tudo ou nada, ou os Blues conquistavam a Europa pela segunda vez, ou o City faria história.
 
E deu a primeira opção, o Chelsea levou para casa, pela segunda vez em sua história, a tão sonhada e cobiçada "Orelhuda". A primeira, e até então, última vez que havia vencido a Champions foi em 2012.
 
 
A partida começou mesmo com cara de decisão, com as duas equipes arriscando e buscando o gol. Werner recebeu a bola pela direita, acionou Havertz dentro da área, ele tentou ir até a linha de fundo e conseguiu o cruzamento, mas Ederson ficou com ela.
 
Ederson deu mais um lançamento preciso para Sterling, na esquerda, dentro da área, James chegou para proteger, Mendy saiu do gol e conseguiu impedir a finalização do atacante do City.
 
Logo em seguida, Havertz recebeu pela esquerda, cruzou com a canhota, rasteiro, e Werner furou na hora de tentar o chute com a canhota, quase abrindo o placar.
 
O City respondeu com um contragolpe, a defesa do Chelsea afastou, e o time de Guardiola se manteve no campo de ataque para tentar abrir espaços na poderosa defesa de ThomasTuchel.
 
Aos 16 minutos, Chilwell recebeu na ponta esquerda, levantou a cabeça e cruzou para a chegada do baixinho Kanté, que subiu e conseguiu o cabeceio, nas costas de RúbenDias, mas mandou para fora.
 
Foden recebeu dentro da área pela esquerda em passe magistral de DeBruyne, preparou o chute de trivela, mas Rüdiger deu o o carrinho na hora certa e impediu a finalização.
 
Aos 35 minutos, o Chelsea teve uma perda importante. ThiagoSilva recebeu atendimento e levou a mão na virilha. Parecia sentir um desconforto, mas apesar de ter voltado a jogar, o zagueiro não resistiu e precisou ser substituído aos 38 bem abalado.
 
Perto do fim do primeiro tempo, Mendy lançou Chilwell na esquerda, ele deu um tapa para Mount, que levantou a cabeça e enfiou para Havertz, em velocidade, Ederson saiu da área, mas o alemão limpou o goleiro brasileiro e manda para as redes.
 
Na volta do intervalo, o City perdeu De Bruyne e tentou convencer o juiz de um pênalti. Após levantamento na área da direita, Sterling pegou a sobra dentro da área pela esquerda, soltou a bomba, e o City pediu toque de braço em James, mas o árbitro mandou seguir.
 
Zinchenko cobrou a falta da esquerda, a bola passou por toda a área do Chelsea e saiu pela linha lateral. O City teve o domínio da bola no segundo tempo, e o time londrino não conseguiu encaixar um bom contra-ataque.
 
Aos 27 minutos, Havertz arrancou em contragolpe pela direita, deu um belo passe para Pulisic dentro da área, o norte-americano finalizou meio travado, mas mandou para fora deixando de lado a grande chance do segundo tempo.
 
Em seguida, Mahrez cobrou o escanteio, a defesa afastou, o argelino ficou com a sobra, cruzou, e Rüdiger tirou de cabeça. O City teve a bola, mas não conseguiu levar perigo ao gol de Mendy.
 
Perto dos 40 minutos, Chilwell cobrou a falta da esquerda, a defesa do City afastou, Jorginho ficou com a sobra na entrada da área e chutou, mas manda à direita do gol de Ederson.
 
Agüero dominou bem pela esquerda, nas costas de James, cruzou de cavadinha com a canhota, mas Mendy se esticou e ficou com a bola. O City insistiu, e insistiu, mas não furou o bloqueio do Chelsea.

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!