Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / COMPLICADO

Atlético-MG: Turco reprova atuação e admite culpa após empate

Atlético-MG acabou levando para casa somente um ponto depois de empatar com o Cuiabá em 1 a 1 pelo Brasileirão; treinador desabafou sobre a sincronia do elenco

Redação Publicado em 22/07/2022, às 06h57 - Atualizado às 09h46

Treinador do Atlético-MG, Mohamed - Pedro Souza/Atlético/Flickr
Treinador do Atlético-MG, Mohamed - Pedro Souza/Atlético/Flickr

O Atlético-MG acabou saindo bem decepcionado da Arena Pantanal na noite desta quinta-feira, 22, com o empate em 1 a 1 diante do Cuiabá pelo Brasileirão. A atuação da equipe mineira foi bem diferente do que os torcedores estavam acostumados a ver nos últimos compromissos, e deixou bem claro o momento que a equipe comandada por Turco Mohamed está vivendo.

Sem fazer qualquer questão de diminuir a feição de abatido na entrevista coletiva depois do confronto, o técnico do Galo admitiu ter total responsabilidade pelo desempenho ruim apresentado pelo time durante a noite, mas também olhou por outro lado, e criticou a forma como os jogadores estiveram atuando dentro das quatro linhas.

Canal - SportBuzz

"Não foi justo. Não tivemos méritos para ganhar a partida. Fizemos um jogo muito ruim, minha responsabilidade é que a equipe tenha esse nível. Muito nível baixo dos atletas. Estamos em um momento ruim nesse sentido também", opinou o técnico, que disse que o time não fez por merecer a vitória, criticando o nível do jogo dos atletas, mas assumindo a responsabilidade.

"Fizemos um gol na única situação de gol que tivemos e não fomos capazes de defender essa situação. Momento difícil de todos, estamos tristes, uma atuação muito ruim da equipe, me junto a torcida porque a equipe não jogou como tem que jogar, estamos mal", completou o comandante, que volta a balançar no cargo e a ficar com o futuro indefinido.

Atlético-MG x Cuiabá em campo pelo Brasileirão
Atlético-MG x Cuiabá em campo pelo Brasileirão (Crédito: Pedro Souza/Atlético/Flickr)

O treinador do Atlético-MG ainda foi perguntado sobre a escalação inicial que mandou para começar o jogo. Sem Hulk e Sasha à disposição, ele optou por colocar Fábio Gomes atuando como centroavante. Essa escolha surpreendeu no momento da divulgação da escalação, e foi explicada por ele na entrevista com uma revelação de um caso de coronavírus no elenco.

"Sasha tem um problema muscular, e Hulk tem um desgaste muscular. Único centroavante que tinha (era Fábio Gomes). Kardec está voltando de Covid, faz alguns dias", disse o treinador, que acabou deixando escapar uma informação que até então era desconhecida da imprensa, uma vez que o clube não informou sobre casos positivos nos últimos dias.

Além de ter admitido ter grande parcela da culpa pelo empate, o treinador ainda disse que o time não está mais funcionando como equipe. Neste momento, Mohamed foi questionado pelos jornalistas sobre os reforços que chegaram para o elenco recentemente, mas contou que eles ainda não têm condição para começarem jogando.

"Não depende de um ou dois jogadores, depende da equipe e não estamos funcionando como equipe. Temos que funcionar vários aspectos do jogo. Primeiro Pavón e Pedrinho não têm ritmo de jogo (...). Pavón e Pedrinho não trabalharam com a equipe ainda, com o time titular, tecnicamente. Só fizeram trabalho físico, em campo reduzido, ontem e hoje foram as primeiras vezes que trabalharam com o grupo, primeira viagem, primeira partida e agora vão competir para jogar", finalizou.

Próximos compromissos

Agora, precisando deixar essa sensação ruim de lado, o Atlético-MG tem um compromissos bem difícil neste domingo, 24, quando recebe em casa o Corinthians, às 18h (horário de Brasília), mas na sequência, a moleza não vai chegar tão cedo assim. Isso porque no outro domingo, 31, a equipe visita o Internacional no Beira-Rio, às 16h (horário de Brasília).


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!