Sportbuzz
Testeira
Futebol / LIVRE!

Atlético-MG se dá bem e livra Cuca de punição; entenda!

Cuca corria o risco de ser desfalque em dois jogos do Atlético-MG

Redação Publicado em 05/10/2021, às 21h38

Cuca corria o risco de ser desfalque no Atlético-MG - GettyImages
Cuca corria o risco de ser desfalque no Atlético-MG - GettyImages

Vivendo grande momento na temporada, o Atlético-MG conseguiu evitar um prejuízo na parte esportiva após a expulsão do técnico Cuca na partida contra o Ceará. Na ocasião, o treinador invadiu o gramado e proferiu xingamentos ao árbitro Leandro Vuaden.

De acordo com as informações do site GE, o Galo buscou encerrar o assunto com a procuradoria do STJD. Isso porque Cuca foi suspenso por quatro jogos em primeira instância e ainda precisaria cumprir mais duas partidas de punição.

 

No entanto, o Atlético-MG conseguiu reverter a punição no STJD e não vai precisar perder Cuca por dois jogos. Apesar disso, o treinador vai ter que gravar um vídeo de desculpas ao árbitro e divulgar de maneira pública.

Ainda segundo a publicação, Cuca vai ter que arcar com o valor de R$ 30 mil por conta do episódio. Sobre a situação, o Procurador-Geral do STJD, Ronaldo Piacente, explicou os motivos pelos quais o tribunal aceitou o pedido do Atlético-MG.

Com base na infração praticada, a Procuradoria ofereceu Transação para substituir as duas partidas restantes em multa no valor total de R$ 30 mil, sendo R$ 15 mil para cada partida. Além disso, Cuca deverá gravar um vídeo se retratando pelas infrações praticadas, bem como autoriza a publicação e divulgação do vídeo no site do STJD e da ANAF”, disse Piacente ao site GE.

PEDIDO DE DESCULPAS!

Ainda no mês de junho, Cuca divulgou uma nota oficial para se desculpar com Vuaden. Segundo ele, a raiva veio à tona após o árbitro expulsar o treinador. Apesar disso, o comandante do Galo reconheceu que não deveria ter usado algumas palavras contra o juiz.

Primeiramente, quero deixar claro que jamais tive problemas com o Vuaden, que sempre foi muito competente e correto nos jogos em que trabalhei. (...) Ontem, não houve ofensa alguma até o momento em que ele me deu um injusto cartão vermelho. Reconheço que, depois disso, perdi o controle (...) Nunca poderia ter usado as palavras que usei, exageradas, injustas e que não expressam de forma alguma o que eu penso sobre ele e o que eu sinto por ele", iniciou Cuca.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!