Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Atlético-MG: utilizando Neymar como exemplo, Tchê Tchê manda recado para críticos

Tchê Tchê tem sido constantemente questionado no Atlético-MG e meio-campista utilizou Neymar como exemplo

Redação Publicado em 16/07/2021, às 14h20 - Atualizado às 14h37

Tchê Tchê, inspirado em Neymar, manda recado para para críticos no Atlético-MG - GettyImages
Tchê Tchê, inspirado em Neymar, manda recado para para críticos no Atlético-MG - GettyImages

Tchê Tchê vive uma relação de amor e ódio com parte da torcida do Atlético-MG. O meio-campista, que chegou ao Galo por indicação de Cuca, participou de 24 jogos na temporada e deixou sua marca em apenas uma oportunidade. Mesmo assim, o jogador é mantido no time titular e alguns torcedores alvinegros não contentam com a decisão. 

Em entrevista coletiva, realizada nesta sexta-feira, 16, o meia abriu o jogo sobre as críticas que vem recebendo e utilizou Neymar como exemplo. De acordo com Tchê Tchê, o craque do PSG não é uma unanimidade para muitos, mas segue sempre jogando. Inspirado no camisa 10, o meia do Atlético-MG quer mostrar ainda mais serviço para a torcida do Galo. 

Tchê Tchê aproveitou a oportunidade para rebater as críticas e colocar Neymar como exemplo: "Isso não me afeta. Ninguém é unânime. Nem o Neymar todo mundo gosta dele na Seleção Brasileira, por exemplo. Isso é normal. Não fico ligado a isso. Não fico procurando na internet o que acham ou deixam de achar. Eu venho aqui, trabalho todos os dias, e isso não me afeta. Estou feliz pelo momento que eu vivo aqui. Quero ajudar a equipe da forma que for necessária".

Além de mandar um forte recado aos críticos, Tchê Tchê também fez questão de se colocar a disposição de Cuca para o cofronto diante do Corinthians. Os dois rivais se enfrentam neste sábado, 17, na Neoquímica Arena, e o volante quer participar da partida. A tendência é de que ele não inicie o jogo, visto que na terça-feira, 20, o Galo tem uma grande decisão na Libertadores.

"É um jogo de extrema importância. Sabemos da decisão que temos terça-feira, mas estamos a três pontos de alcançar o líder Palmeiras. Agora, o foco é o Brasileiro. Todos os jogadores vão falar que querem jogar todos os jogos, e da minha parte não é diferente. Não vou chegar e pedir para ser poupado. Não vai existir isso comigo. Então, deixo para a comissão técnica decidir. Sempre vou correr para honrar essa camiseta. Se precisar, estou aí", concluiu.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!