Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Atlético-MG: Nacho revela fator que o fez cair de produção; veja

Nacho Fernández chegou ao Atlético-MG para ser um dos principais jogadores do elenco em 2021 e o jogador assumiu o protagonismo em boa parte do ano, mas viu seu rendimento cair ao final da temporada

Redação Publicado em 27/12/2021, às 08h22 - Atualizado em 28/12/2021, às 15h03

Nacho Fernández abriu o jogo sobre a queda de rendimento no Atlético-MG - GettyImages
Nacho Fernández abriu o jogo sobre a queda de rendimento no Atlético-MG - GettyImages

O Atlético-MG teve um 2021 dos sonhos. A equipe conseguiu ser dominante dentro do território nacional e levou o Campeonato Mineiro, Copa do Brasil, além do Campeonato Brasileiro. O Galo montou um elenco forte para vencer tudo que era possível e uma das principais peças foi Nacho Fernández. 

Contratado no início do ano para ser o grande nome do meio de campo do Atlético-MG em 2021, o argentino teve um começo de passagem interessante. Não demorou muito para que o atleta conseguisse se tornar titular absoluto de Cuca e figura cativa entre os principais nomes do elenco. No entanto, o calendário do futebol brasileiro acabou pesando para Nacho. 

CANAL - SPORTBUZZ: 

Com o passar da temporada, o futebol de Nacho teve uma queda e o meio-campista chegou até a figurar no banco de reservas, perdendo espaço entre os titulares. O desempenho abaixo do argentino chamou a atenção de muitos e, em entrevista para a "TyC Sports", Fernández abriu o jogo sobre o principal fator que o fez carir de rendimento. 

Sempre comparecendo em eventos que envolvem o River Plate, Nacho comentou em relação o seu final de ano abaixo da média. Segundo o craque, a falta de uma pré-temporada com todo o elenco e o calendário frenético do futebol brasileiro foram fatores importantes para a sua perda de desempenho. Mesmo assim, ele destacou o ano repleto de conquistas como "impressionante". 

Crédito: GettyImages / Nacho Fernández explicou queda de rendimento no Atlético-MG

 

"Coletivamente, foi impressionante, não poderia ter sido melhor. Uma pena da Libertadores, mas bom. E pessoalmente tinha começado muito bem, mas no final com tantos jogos e que cheguei sem pré-temporada, custou-me um pouco mais. Mas, no geral, foi um ótimo ano", afirmou para o canal esportivo da Argentina.

Na última temporada, mesmo com as dificuldades físicas e a queda de rendimento, Nacho Fernández chegou aos 52 jogos. Nas partidas em que esteve em campo, conseguiu balançar as redes em dez oportunidades e também dar 11 assistências. Em relação aos números de sua carreira, essa foi a melhor desde que começou no Gimnasia em 2011. 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Nacho Fernández (@ignaciomartinfernandez)

Vale lembrar que Nacho terá um novo desafio pela frente no Atlético-MG. Em 2022, o jogador encontrará um treinador diferente de Cuca, visto que o técnico deixou o comando do clube nesta terça-feira, 28, devido a problemas familiares. Sendo assim, Fernández terá de se adaptar as novidades para a próxima temporada. 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!