Sportbuzz
Testeira
Futebol / QUESTIONÁVEIS!

Atlético-MG monta projeto ambicioso e surpreendente para o futuro

Pensando no recrutamento de jovens para as categorias de base, o Atlético-MG está montando um projeto que pode mudar os planos para o futuro; confira os detalhes!

Redação Publicado em 18/01/2022, às 15h14 - Atualizado em 20/01/2022, às 14h40

Atlético-MG monta plano ambicioso para a sua categoria de base - GettyImages
Atlético-MG monta plano ambicioso para a sua categoria de base - GettyImages

O futebol e a tecnologia andam lado a lado e estão se aproximando cada vez mais no dias de hoje. O esporte deixou de ser apenas um lazer e se tornou um compromisso sério e rentável para diversos clubes do Brasil, principalmente para o Atlético-MG. Focado em inovar e querendo obter resultados na base, o Galo está implementando uma ferramenta de inteligência artificial para poder avaliar os jovens entre 14 e 20 anos. 

Com o nome de "Speck Champs", a ferramenta pode ser uma grande solução para os clubes definirem seus futuros craques para o futuro e foi criada pela empresa Kukac. A organização montou esse tipo de inteligência artificial exclusivamente para o Atlético-MG, que já colheu os frutos com um garoto que saiu do meio de campo e se tornou goleador da equipe no sub-15. 

CANAL - SPORTBUZZ:

Em entrevista para a "Exame", o CEO do Galo abriu o jogo sobre esse novo projeto do Atlético-MG para definir o craque do futuro em diversas categorias de sua base. Plínio Signorini acredita que o uso de dados é o futuro até mesmo para o futebol e viu na ferramenta "Speck Champs" uma oportunidade para tornar o clube alvinegro como um dos expoentes da inteligência artificial no esporte. 

Fazemos um investimento alto, principalmente nos atletas de base. Se conseguirmos uma análise mais abrangente, diminui o risco de perda e traz eficiência para o investimento. Você usa melhor seus recursos no mais importante para o público: o futebol. Tinha algum fator adicional. Por mais que um clube trabalhe bem os aspectos físicos, havia alguma coisa que a gente deixava passar”, explicou. 

Tinha algum fator adicional. Por mais que um clube trabalhe bem os aspectos físicos, havia alguma coisa que a gente deixava passar", completou o CEO do Galo na entrevista.
Atlético-MG em ação
Atlético-MG não conseguiu se manter na Copinha (Crédito: João Viegas / Atlético / Flickr)

 

O CEO do Atlético-MG ainda contou em detalhes o caso do garoto que saiu da posição de volante e se tornou artilheiro do sub-15: “Fisicamente não havia problema. E nós vimos pela avaliação que ele tinha correspondência grande com atacantes que escolhemos como referência para comparação. Então fomos ao treino conhecer o menino”.

Nós fizemos a modificação para centroavante. Logo que o colocamos, nas primeiras jogadas, ele fez dois gols. E nos primeiros jogos, como titular, ele foi goleador no campeonato", completou o dirigente do Atlético-MG sobre a ferramenta. Lembrando que a "Speck Champs" tem como intuito perceber o potencial de cada atleta por meio de dados adquiridos pelo robô, que analisa linguagem e gestos dos atletas e se baseia em teorias e pesquisas sobre linguística e tecnologia.

GALO NA COPINHA!

Na noite do último dia 12, o Atlético-MG entrou em campo para disputar a segunda fase da Copinha. Com a busca incessante pela vitória, já que o revés levaria a equipe para casa, o Galo pisou no gramado para enfrentar o Mirassol e sofreu bastante antes de ser derrotado por 3 a 1 e dar adeus à competição.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!