Sportbuzz
Testeira
Futebol / BRASILEIRÃO!

Atlético-MG empata com Chapecoense e tropeça no Brasileirão

Atlético-MG chegou a levar a virada da Chapecoense, mas arrancou o empate no Brasileirão

Redação Publicado em 06/10/2021, às 18h33 - Atualizado às 20h56

Atlético-MG visitou a Chapecoense pelo Brasileirão - Pedro Souza/Atlético Mineiro
Atlético-MG visitou a Chapecoense pelo Brasileirão - Pedro Souza/Atlético Mineiro

O Atlético-MG não teve uma grande atuação contra a Chapecoense nesta quarta-feira, 6, e acabou levando empatando no Brasileirão. Os líderes do campeonato saíram na frente, mas viram os Guerreiros de Condá crescerem na partida e conseguirem uma virada no placar. No final da partida, Sasha saiu do banco e empatou o jogo. 2 a 2.

O Galo abriu o placar logo de cara com Dylan Borrero, no entanto a equipe de Cuca sofreu para tentar passar pela defesa da Chapecoense. Os donos da casa souberam se comportar diante do Atlético-MG e empataram ainda no primeiro tempo com Geuvânio. No segundo tempo, a Chape marcou com Myke e o Atlético com Sasha. 

COMO FOI O PRIMEIRO TEMPO?

O Galo teve maior controle do primeiro tempo, pressionou, obteve a posse da bola, mas não conseguiu transformar o domínio em chances reais de gol. Mesmo assim, o Atlético-MG abriu o placar com Dylan Borrero, mas numa jogada isolada a Chapecoense empatou com Geovânio. Lembrando que os donos da casa colocaram grande dificuldade e marcaram bem os rivais.

No começo da partida, o Atlético-MG tratou logo de tomar conta do confronto e ter mais posse de bola que os rivais. O time de Cuca conseguiu esse objetivo, mas com o campo muito molhado teve dificuldades para articular jogadas. Uma das melhores oportunidades saíram dos pés de Hulk, que bateu uma falta de longe e obrigou Keiller a fazer uma defesa. 

O Atlético-MG não conseguia finalizar, mas foi tendo volume de jogo e foi pressionando a Chapecoense. Tentando jogar, o Galo começou a explorar a bola parada e foi num escanteio que o Galo chegou ao seu primeiro gol na partida. 

Nacho bateu escanteio e Nathan subiu para cabecear. O jogador alvinegro conseguiu o cabeceio, mas a defesa da Chapecoense conseguiu bloquear. No entanto, ainda na área e no rebote, Dylan Borrero pegou de primeira e acertou um lindo chute para abrir o placar na Arena Condá. 1 a 0. 

O Atlético-MG dominava a partida e não dava espaço para a Chapecoense. Porém, numa saída rápida pela esquerda, os donos da casa chegaram ao empate. Geuvânio aproveitou o cruzamento rasteiro e apenas tocou na bola. Éverson fez a defesa, o lance continuou e no contra-ataque o Galo chegou a fazer 2 a 0 com Nacho.

No entanto, o VAR apareceu, corrigiu e conseguiu sinalizar que, no lance do chute de Geuvânio, Éverson pegou a bola dentro das redes. Desta forma, o segundo gol do Atlético-MG foi anulado e o tento de empate para a Chapecoense foi concedido. Desta forma, 1 a 1 na Arena Condá e líder sendo surpreendido pelo lanterna do Brasileirão. 

E O SEGUNDO TEMPO?

Esperava-se que o Atlético-MG tivesse mais facilidade contra a Chapecoense, porém o time de Cuca encontrou grande dificuldade diante dos rivais catarinenses. Com dificuldades para colocar Nacho e Hulk no jogo, o Galo viu os Guerreiros de Condá crescerem na partida e gerarem grandes dificuldades para o time alvinegro. 

Sem finalizar com perigo, as melhores chegadas do Atlético-MG foram com Nacho. O meio-campista tentava finalizar de fora da área, mas esbarrava na defesa rival. Hulk também tentava fazer jogadas individuais, porém não estava conseguindo se sair bem. 

A Chapecoense foi crescendo no jogo, levando perigo para a meta do Atlético-MG e o time conseguiu uma penalidade aos 20 minutos. O juiz viu uma mão na bola de Nathan Silva e assinalou o pênalti. Mike foi para a cobrança e bateu com categoria para tirar de Éverson. 

Atrás do placar, o Atlético-MG se lançou ao ataque e conseguiu o empate com Sasha. Vindo do banco, o centroavante aproveitou um ótimo cruzamento de Calebe e desviou de cabeça. Keiller tentou a defesa, mas não conseguiu chegar na bola. 2 a 2 na Arena Condá. 

Ainda no fim da partida, o Atlético-MG criou diversas oportunidades com Hulk, Hyoran e Calebe, mas o goleiro da Chapecoense operou alguns milagres. O Galo seguiu em cima 

PRÓXIMOS JOGOS!

  • Atlético-MG x Ceará - 16h30 - 09/10/2021
  • Internacional x Chapecoense - 11h - 10/10/2021

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!