Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

E agora, Atlético-MG? Cuca recebe suspensão severa no Brasileirão

Cuca se ofendeu o árbitro Leandro Vuaden no jogo entre Atlético-MG e Ceará válido pela sexta rodada do Brasileirão

Redação Publicado em 28/07/2021, às 14h28 - Atualizado às 14h46

Cuca, treinador do Atlético-MG, recebeu suspensão severa no Brasileirão - GettyImages
Cuca, treinador do Atlético-MG, recebeu suspensão severa no Brasileirão - GettyImages

O Atlético-MG vai ter um grande problema para solucionar nas próximas rodadas do Brasileirão. Em audiência realizada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva nesta quarta-feira, 28, o STJD definiu uma suspensão de seis jogos para Cuca, após uma confusão do treinador com Leandro Vuaden no confronto entre Galo e Ceará, válido pelo Campeonato Brasileiro. 

Na oportunidade, o treinador do Atlético-MG ofendeu o árbitro da partida e acabou levando um cartão vermelho. Desta forma, Cuca cumpriu um jogo de suspensão e abateu a punição para cinco partidas. Depois da decisão do STJD, a tendência é de que os advogados do Galo tentem um efeito suspensivo e busquem diminuir a punição para o técnico. 

Mesmo que tenha sido punido nesta quarta-feira, 28, Cuca ainda poderá estar na beira do gramado na partida contra o Bahia, em confronto válido pela Copa do Brasil. Caso o Atlético-MG não consiga reverter o quadro no pleno do STJD e também não imponha um efeito suspensivo para o treinador, a tendência é de que ele comece a cumprir a pena contra o Athletico-PR pela 14ª rodada do Brasileirão.

Em depoimentos divulgados pelo site "Globo Esporte", Cuca deu suas explicações por ter ofendido Leandro Pedro Vuaden no jogo contra o Ceará. Segundo o técnico do Galo, os dois são próximos e, por serem amigos extracampo, o treinador acabou excedendo o limite de respeito entre ambos. 

"Considero o Vuaden meu amigo e as vezes a gente fala para os nossos amigos o que não fala com os demais. O que falei não faltei com o respeito, e ele me deu o vermelho. Após a expulsão eu perdi a cabeça e acabei falando um monte de besteira ao Vuaden e o ofendendo. Eu me reportei em seguida já no mesmo dia e pedi meu empresário para fazer um texto de arrependimento. Não o vi mais e, por isso, não pedi desculpas pessoalmente", afirmou. 

Ele ainda seguiu: "Mais do que me arrepender e reconhecer meu erro, tenha certeza que me puni muito. Jamais agredi alguém e nem tentei. No momento de destempero a gente fala muita coisa. Foi uma mistura de muitas coisas".

Em resposta para Cuca, Leandro Pedro Vuaden confirmou que se sentiu ofendido: "Quando falo que me senti extremamente ofendido é que como ser humano e profissional. Faço sempre o melhor para o futebol e, se não fosse assim, não seria eleito o melhor árbitro do ano passado". 

"Não posso me omitir e me senti sim muito ofendido do fato, do momento. Jamais entrei no campo para perseguir, ajudar ou prejudicar alguém. (...) Somos questionados em toda partida. Ele se aproxima e diz que tem nojo e fiquei surpreso com tudo que me foi dito. Me parece que me pegou para ouvir tudo. Naquela noite eu nem dormi. Acho que ficou mais no calor e minha obrigação foi de fazer a transcrição", finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!