Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Atletas do Boca Juniors são punidos após confusão no jogo com o Atlético-MG; confira!

Duelo entre Atlético-MG e Boca Juniors terminou com muita violência e vandalismo na Libertadores

Redação Publicado em 08/10/2021, às 22h12

Atlético-MG e Boca Juniors terminou com muita violência e vandalismo - GettyImages
Atlético-MG e Boca Juniors terminou com muita violência e vandalismo - GettyImages

Nesta sexta-feira, 08, o Boca Juniors se complicou bastante após uma decisão tomada pela Conmebol. Nela, a entidade decidiu punir diversos jogadores do clube argentino por conta da confusão ocorrida no jogo contra o Atlético-MG.

Na ocasião, os jogadores e membros da diretoria do clube argentino se revoltaram com a atuação da arbitragem no duelo diante do Atlético-MG e protagonizaram cenas de violência e vandalismo nos vestiários do Mineirão.

 

Por conta disso, a Conmebol julgou as ações de todos os envolvidos e definiu as punições aos atletas e dirigentes do Boca Juniors. Na pior situação, o atacante Sebastián Villa pegou um gancho de seis partidas na Libertadores.

Além dele, Pavón também levou a pena máxima e vai ter que cumprir seis jogos de suspensão no Boca Juniors. Para completar a extensa lista, Marcos Rojo levou cinco jogos de gancho; Izquierdoz pegou quatro partidas; Diego González ficou com três; Javier García com duas.

Já na parte fora dos gramados, o Boca Juniors também foi punido através de seus dirigentes. Após a decisão da Conmebol, Cascini e Delgado, que são membros do Conselho e ex-jogadores do clube, foram banidos dos estádios por dois anos.

NOTA OFICIAL DO BOCA JUNIORS!

O Boca Juniors utilizou as redes sociais para divulgar uma nota oficial e relatar todos os acontecimentos da partida diante do Atlético-MG. Com tom bastante ríspido, o comunicado não poupou ninguém.

O Clube Atlético Boca Juniors, instituição com 116 anos de história, sofreu dois erros inexplicáveis frente ao Atlético Mineiro neste confronto da Copa Libertadores, anulando gols legais que destruíram o espírito esportivo do torneio de maior prestígio do continente”, iniciou a nota.

“Hoje, nossos parceiros, fãs, jogadores e equipe técnica foram prejudicados de forma maliciosa, com a interpretação da tecnologia do VAR sendo feita de forma maliciosa e intencional. O ocorrido marcou um acontecimento inédito, pois é o único caso em que ao vencer os dois jogos da série um clube é eliminado da competição”, continuou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!