Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / LAMENTÁVEL!

Atletas da Ponte Preta acusam torcida do Criciúma de praticar racismo

No final do primeiro tempo, atletas reservas da Ponte Preta paralisaram a partida e fizeram a acusação contra alguns torcedores do Criciúma

Redação Publicado em 15/07/2022, às 20h10 - Atualizado às 21h22

Jogadores da Ponte Preta alegam ter sido vítimas de racismo - Transmissão Premiere - 15/07/2022
Jogadores da Ponte Preta alegam ter sido vítimas de racismo - Transmissão Premiere - 15/07/2022

Na noite desta sexta-feira, 15, a rodada da Série B ficou marcada por mais uma acusação de racismo praticado por torcedores. No jogo entre Criciúma e Ponte Preta, os jogadores reservas do time campineiro paralisaram a reta final do primeiro tempo e informaram o árbitro sobre as ofensas racistas praticadas por parte da torcida.

Imediatamente, o clima esquentou e fez com que o jogo fosse paralisado. Muito irritados, os jogadores da Ponte Preta partiram para a discussão com os torcedores e foram alvos de líquidos, copos e outros objetos. Ciente da acusação de racismo, o árbitro Caio Max chamou a polícia, que chegou ao local atrás do gol para averiguar a situação.

Com a presença do policiamento próximo aos torcedores, o árbitro reiniciou o jogo entre Criciúma e Ponte Preta, que estava com o placar de 1 a 0 favorável para o time paulista. O placar final ficou em 1 a 1. Até o momento, não foi informada a prisão dos acusados. De acordo com as informações do canal "SporTV", o jogador Da Silva foi quem sofreu o racismo.

Além disso, a emissora informou que Da Silva teria sido chamado de "macaco". O Criciúma vem ajudando a polícia para identificar o torcedor que foi acusado pelos jogadores da Ponte Preta. Até o momento, nenhum dos clubes se pronunciou sobre o caso. Vale destacar que o STJD pode entrar em ação para averiguar o caso e possivelmente levar para julgamento.

Ponte Preta em ação
Jogadores da Ponte Preta alegam ter sido vítimas de racismo (Crédito: Transmissão Premiere - 15/07/2022)

De acordo com as informações divulgadas pelo site "GE", um dos policiais foi até o banco de reservas da Ponte Preta no início do segundo tempo para ouvir a acusação de Da Silva com calma. Muito exaltado, o atacante explicou o que ouviu para as autoridades e passou a ser acalmado pelos companheiros e membros da comissão técnica.

"Primeira democracia racial do futebol brasileiro, com negros dentro e fora de campo desde a fundação em 1900, a Ponte Preta lamenta o ocorrido, condena veementemente qualquer tipo de racismo e dará apoio irrestrito ao jogador. O atacante pontepretano Da Silva irá registrar Boletim de Ocorrência em virtude de ofensas racistas dirigidas a ele por torcedores do Criciúma", disse a Ponte Preta.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!