Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » PARCERIAS INUSITADAS...

As oito duplas de jogadores que atuaram juntos e você não sabia!

O mundo do futebol, as vezes, proporciona encontros, no mínimo, curiosos

Marcello Sapio Publicado em 20/05/2020, às 15h13

Oito duplas de jogadores que jogram juntos e você não sabia!
Oito duplas de jogadores que jogram juntos e você não sabia! - Divulgação Twitter

O futebol é uma caixinha de surpresas.

Talvez justamente por isso o esporte seja tão amado no mundo, com zebras, e várias outras singularidades que o esporte bretão traz.

Inclusive, com a ascensão financeira dos clubes, algumas duplas, no mínimo curiosas, foram formadas ao longo da história.

Assim, o Sportbuzz separou as duplas mais aleatórias que dividiram vestiário no futebol:

 

AS OITO DUPLAS DE JOGADORES MAIS ALEATÓRIAS QUE ATUARAM JUNTAS:

PEP GUARDIOLA E LOCO ABREU - DORADOS (MEX)

Pep Guardiola e Loco Abreu em ação pelo Dorados de Sinaola (Crédito: Divulgação)

 

A lista começa com um dos maiores treinadores do mundo e um dos personagens mais excêntricos do futebol.

Pep Guardiola e Loco Abreu atuaram juntos pelo Dorados de Sinaola, do México. A dupla vivia em momentos distintos.

Enquanto o espanhol já estava no final da carreira, Loco Abreu estava em alta e era um jogador rodado.

Pep acabou ficando apenas seis meses por lá, até se aposentar e virar treinador do Barcelona.

Já Loco Abreu também não ficou muito e, logo no ano seguinte, foi vendido para o Monterrey, onde começaria uma grande fase no país latino.

LOCO ABREU E FALCÃO GARCÍA - RIVER PLATE (ARG)

Loco Abreu e Falcão García no River Plate (Crédito: Divulgação)

 

Bom, Loco Abreu atuou por quase 30 clubes na carreira e com isso é quase impossível não feito alguma dupla curiosa.

Além de ter jogado com Pep Guardiola, no México, anos depois, mais especificamente em 2007, ele jogou com Falcão García, então promessa do futebol sul-americano.

Juntos, não conseguiram conquistar nenhum título.

FELIPE MELO E GABIGOL - INTER DE MILÃO (ITA)

Felipe Melo e Gabigol se reencontram (Crédito: Getty Images)

 

A amizade entre o experiente volante do Palmeiras e o atacante sensação do Flamengo chegou a causar polêmica no ano passado, nas vésperas de um jogo entre as duas equipes.

Poré, polêmicas a parte, os dois se conheceram na Itália, Gabigol acabara de ser campeão olímpico com a Seleção Brasileira e Felipe Melo já era um consagrado jogador.

Os dois não ficaram muito tempo juntos, já que o "pitbull" voltou em 2017 para o Brasil e, também, Gabigol foi repassado ao Benfica. 

 

HAZARD E MOHAMED SALAH - CHELSEA (ING)

Hazard e Mo Salah no Chelsea (Crédito: Divulgação Instagram)

 

O belga e o egípcio entram facilmente entre os maiores jogadores da atualidade, porém, poucos sabem que eles atuaram juntos no Chelsea.

Hazard era tratado como uma grande promessa mundial, enquanto Salah não conseguiu ter uma sequência no clube inglês, despontando apenas na Roma.

Imagina como seria se os Blues tivessem aproveitado mais a dupla Hazard e Salah?

BALLACK E ROBBEN - CHELSEA (ING)

Ballack e Robben no Chelsea (Crédito: Divulgação)

 

O talentoso meio-campista alemão, que teve destaque no começo do século, chegou a atuar junto com Robben, um dos maiores jogadores da Seleção Holandesa.

A dupla atuou por um pouco mais de um ano, entre 2006 e 2007, e acabou se encerrando quando Robben se transferiu para o Real Madrid.

Juntos, amargaram o vice campeonato da Europa League, perdendo para o Manchester United.

CAIO RIBEIRO E ROBERTO CARLOS - INTER DE MILÃO (ITA)

Caio Ribeiro e Roberto Carlos na Inter de Milão (Crédito: Transmissão Twitter) 

 

Outra dupla brasileira curiosa que atuou na Inter de Milão foi Caio Ribeiro e Roberto Carlos.

Ambos, na época, eram jovens promessas do futebol nacional. O lateral havia conquistado o bicampeonato brasileiro pelo Palmeiras, no super time de 1993 e 1994.

Já Caio Ribeiro era destaque do "expressinho" tricolor paulista e foi logo para a Europa.

Porém a parceria durou pouco. Logo no ano seguinte, Roberto Carlos foi vendido para o Real Madrid, onde se consolidou como um dos melhores da história para a sua posição.

Caio Ribeiro também saiu da Inter no ano seguinte e migrou para o Napoli.

HARRY KANE E JAMIE VARDY - LEICESTER CITY (ING)

Harry Kane e Vardy no banco do Leicester City (Crédito: Transmissão Instagram)

 

A dupla da Seleção Inglesa já se conhecia na época do Leicester, bem antes dos Foxes surpreenderem o mundo ao conquistar a Premier League.

O "Hurricane" era ainda um jovem jogador, com 19 anos, e foi emprestado pelo Spurs para ganhar mais experiência. Em 14 jogos pelo Leicester, fez apenas dois gols.

Já Vardy tinha 25 anos e havia chegado do Fleetwood Town, mas não era ainda o jogador que é hoje em dia.

DZEKO E GRAFITE - WOLFSBURG (ALE)

Dzeko e Grafite fizeram história na Alemanha (Crédito: Divulgação0

 

Por fim, uma dupla que está marcada na história do clube: Dzeko e Grafite.

Os dois levaram o Wolfsburg, time da Alemanha, ao título, então inédito, da Bundesliga, superando o Bayern de Munique, na temporada de 2008-09

Grafite, no final,  se sagrou artilheiro do campeonato, seguido justamente pelo bósnio, que fez dois gols a menos.

Ambos ficaram até 2011 na Alemanha. Dzeko foi para o Manchester City, onde também fez história. Já Grafite foi para o mundo árabe, defender o Al-Ahli.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!