Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » COMPLICADO

Arthur admite que errou ao não jogar reta final da Champions no Barça e abre o jogo sobre nova fase da carreira

Volante garantiu que nunca foi pressionado a aceitar transferência

Redação Publicado em 11/12/2020, às 17h50

Arthur admite que errou ao não jogar reta final da Champions no Barça e abre o jogo sobre nova fase da carreira
Arthur admite que errou ao não jogar reta final da Champions no Barça e abre o jogo sobre nova fase da carreira - GettyImages

Os últimos cinco meses da carreira de Arthur foi recheado de erros e acertos. Em entrevista ao podcast do site "Globo Esporte", "Gringolândia", o jogador admitiu que deveria ter participado da reta final da Champions League com o Barcelona, em agosto desse ano.

O volante, hoje na Juventus disse que sofreu com a derrota, ou melhor, com a goleada para o Bayern, mas meses depois disse que apesar das polêmicas, ele vê que os acertos foram maiores.

"Eu fiz minha escolha, a escolha foi minha. Ninguém me obrigou a nada. Estou muito feliz com a escolha que fiz, e minha família também está muito feliz", disse.
 

Arthur diz acreditar que nesse momento passa por uma grande mudança na vida e que ouve, e muito, os conselhos do técnico Pirlo.

"Claro que tem orientações, mas não mudando meu estilo de jogo, mas me agregando mais recursos, mais coisas que eu sei que tenho que melhorar em muitas outras coisas. E no que ele acha que tenho que melhorar, ele me fala, me dá bons conselhos, por exemplo a bola longa. Aqui, eu estou jogando em uma posição um pouco diferente do Barcelona. Obviamente, demora um tempo de adaptação para se acostumar a essa nova posição. Estou encantado de fazer, não tenho problema nenhum, ele pode contar comigo. Sempre que ele tiver algum conselho, ele tem total liberdade para falar comigo. Sei que tenho que crescer muito, e sou grato a ele por me ajudar. Já tivemos algumas conversas, melhorar um pouco a bola longa, o passe largo. Isso a gente vai melhorando a cada dia, não tenho problema nenhum e aceito esses conselhos da melhor forma possível", lembrou.

Mesmo tendo que esperar um pouco para conseguir uma sequência de jogos como titular no elenco da Juventus e agora ter que se adaptar, o volante acredita que tudo mudou com a convocação para os jogos contra Venezuela e Uruguai, pela Seleção Brasileira.

"Eu acho que eu, Arthur, precisava disso. Realmente eu não estava com confiança muito boa, e a gente sabe que o jogador de futebol, sem confiança, não rende o mesmo. Foi fundamental. Foram duas semanas muito felizes para mim, porque queria muito essa convocação", contou.

A ida para Turim também possibilitou ao volante ser o único brasileiro, além do naturalizado português Deco, a atuar com Messi e Cristiano Ronaldo. 

"Realmente, agora convivendo com os dois, eu entendo o sucesso, a mentalidade que esses caras têm é algo incrível. Não se contentam com pouco. Sempre querem mais, fazem o segundo e querem o terceiro. A cabeça dos dois é a maior virtude deles", analisou.

 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!