Sportbuzz
Testeira
Futebol / A IDEIA CONTINUA!

Arsène Wenger volta a falar sobre a tentativa de redesenhar o calendário e mudar intervalo entre Copas do Mundo

Mesmo sem ter muito apoio do grande público e de algumas organizações, Wenger voltou a falar sobre redesenhar o calendário

Redação Publicado em 28/09/2021, às 08h36

Arsène Wenger volta a falar sobre mudança para Copa do Mundo - Getty Images
Arsène Wenger volta a falar sobre mudança para Copa do Mundo - Getty Images

Em entrevista exclusiva ao "GE", Arsène Wenger voltou a falar sobre a ideia e a possibilidade de redesenhar o calendário do futebol internacional. Com a mudança, a intenção é fazer com que os intervalos entre as Copas do Mundo diminuam, tendo dois anos de espaço entre as edições.

Com essa mudança, os períodos pré-Copa, teriam as eliminatórias reduzidas em relação ao que são hoje e menos amistosos seriam realizados. O grande público e organizações como a CONMEBOL, não aprovaram muito a ideia.

Além disso, o presidente da UEFA já se mostrou em um posicionamento extremamente contra essa mudança, mas nada fez com que o Chefe Global de Desenvolvimento de Futebol da FIFA desistisse da tentativa.

Na entrevista ao "GE", Wenger esclareceu sua proposta no que se refere ao seguimento da organização da Copa do Mundo.

"Minha proposta é deixar o calendário mais simples, claro e focar em competições que sejam realmente significativas, pois é isso que jogadores e torcedores querem. Isso significa menos jogos, mas melhores jogos, e mantendo a proporção de antes: 80% da temporada para competições de clubes e 20% para competições de seleções", começou antes de completar.

"Com base nisso, minha proposta é reagrupar as Eliminatórias em apenas uma ou duas janelas internacionais. No resto da temporada os jogadores permaneceriam em seus clubes. Isso significaria menos interrupções para os clubes, menos viagens para os jogadores e uma separação clara entre competições de clubes e seleções, tornando mais fácil para os torcedores acompanharem e interagirem", continuou.

"Com menos dias para as Eliminatórias internacionais ao longo do ano, também abriria espaço para uma grande competição no final da temporada, seja uma Copa do Mundo ou uma disputa continental como a Copa América, por exemplo. E depois disso haveria um período de descanso obrigatório – na minha proposta seriam 25 dias", finalizou Wenger.

A proposta ousada pode trazer grandes avanços para o futebol em geral. Prezando por menos Datas FIFA, a ideia de Arsène faria com que os clubes não perdessem os jogadores tantas vezes durante seus campeonatos.

Só neste ano de 2021, clubes como Flamengo, Atlético-MG e Palmeiras tiveram que ceder seus jogadores ao menos três vezes para defender a Seleção Brasileira. Considerando que uma dessas três convocações foi para a disputa da Copa América, esses clubes tiveram desfalques importantes durante cerca de nove jogos do Campeonato Brasileiro.

Ainda assim, não existe garantia de que a mudança no calendário irá acontecer e Arsène Wenger terá que persistir na ideia para que ela realmente saia do papel.

Para conferir a entrevista na íntegra, basta ir ao site "globoesporte.com".


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!