Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / FALOU!

Após saída do PSG, Neymar lembra de Messi e afirma: "Vivemos um inferno"

Duas semanas depois de confirmar a saída do PSG, Neymar Jr falou pela primeira vez com a imprensa brasileira sobre a situação que vivia na França junto à Messi

Neymar lembra de situação no PSG com Messi - Getty Images
Neymar lembra de situação no PSG com Messi - Getty Images

Algumas semanas após ser confirmado como novo jogador do Al Hilal, o atacante Neymar Jr concedeu sua primeira entrevista para a imprensa brasileira neste domingo, 3. Em conversa com a "TV Globo", o atleta comentou sobre sua situação no PSG, e lembrou de Messi, que era seu companheiro no clube, e também não estava feliz.

"Ele viveu os dois lados da moeda, foi ao céu com a seleção da Argentina, ganhou tudo nos últimos anos, e com o Paris viveu um inferno, nós vivemos um inferno, tanto ele quanto eu", comentou Neymar lembrando do título da Copa do Mundo conquistado pela Argentina no fim do ano de 2022.

Após isso, Ney ainda contou sua chateação com toda a situação passada na oportunidade, já que segundo ele, "queria fazer história no clube francês". Foram seis temporadas em Paris, com diversas polêmicas, lesões e poucas alegrias que eram esperadas quando deixou o Barcelona rumo à França.

"A gente fica chateado, porque a gente não está ali à toa, está ali para dar nosso melhor, ser campeão, tentar fazer história", seguiu o jogador, que ainda completou: "Infelizmente, a gente não conseguiu."Agora, Neymar se recupera de lesão e deve voltar a atuar nos próximos dias, pelas Eliminatórias para a Copa de 2026, pela Seleção Brasileira.

Neymar e Messi comemorando pelo PSG
Neymar e Messi comemorando pelo PSG / Créditos: Getty Images

As partidas acontecerão contra a Bolívia em casa e o Peru fora de seus domínios, nos próximos dias 8 e 12. Já pelo Al Hilal, a espera deve ser um pouco mais para estrear, já que Jorge Jesus tem tido bastante cautela com a situação física do atleta, e ainda não confirmou uma data para entrar em campo pela primeira vez na Arábia.