Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » COMPLICADO

Após publicação de trecho racista sobre Ansu Fati, autor pede desculpas e cita "mal-entendido"; clube deve fazer a denúncia

Colunista disse que não teve a intenção de discriminar atacante

Redação Publicado em 22/10/2020, às 15h34

Após publicação de trecho racista sobre Ansu Fati, autor pede desculpas e cita "mal-entendido"
Após publicação de trecho racista sobre Ansu Fati, autor pede desculpas e cita "mal-entendido" - GettyImages

Depois que o texto racista sobre Ansu Fati ganhou repercussão internacional com a defesa publicada por Griezmann, o autor do mesmo resolveu se pronunciar nesta quinta-feira, 22, e pediu desculpas pelo o que segundo ele, foi um "Mal-entendido".

Salvador Sostres, colunista do jornal espanhol "ABC", afirmou que foi mal interpretado ao comparar o jovem jogador com um vendedor ambulante negro fugindo da polícia, e que na verdade, sua intenção era fazer um elogio à movimentação do atleta.

"Ao tentar destacar a beleza do movimento de Ansu e sua classe como jovem jogador, algumas expressões foram interpretadas como discriminação racial. Isso não poderia estar mais longe das minhas intenções, ou opiniões, que são muito favoráveis ​​ao jogador, como sempre expressei nas minhas reportagens de jogo desde que se estreou. Peço desculpas profundamente pelo mal-entendido e para aqueles que podem ter ficado ofendidos", escreveu o colunista.

A publicação de Sostres no "ABC" aconteceu um dia depois da goleada do Barcelona sobre o Ferencváros.

Em uma coluna, o autor comparou a velocidade de Ansu Fati com as de "manteros" (como são chamados vendedores ambulantes) negros que fugiam da polícia nas regiões turísticas de Barcelona.

Ele ainda aproveitou o espaço para fazer uma crítica à prefeita da cidade, Ada Colau.

"Ansu correndo tem algo de gazela, de mantero jovem e negro que, de repente, seria visto correndo no Paseo de Gracia quando alguém grita: "Água, água!", anunciando que a Guarda Urbana teria chegado. Estampas selvagens no coração da cidade. Agora isso não acontece porque, para Ada Colau, os delinquentes são os policiais e não os ambulantes, que já não têm que sair correndo mais", diz no texto.

Citada por Sostres de forma crítica no texto, a prefeita de Barcelona, Ada Colau, também usou as redes sociais para sair em defesa a Ansu Fati.

 

 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!