Sportbuzz
Testeira
Futebol / AÍ NÃO!

Sancho, Saka e Rashford sofrem insultos racistas após final da Eurocopa e UEFA se pronuncia

Saka, Sancho e Rashford perderam as penalidades que acabaram culminando na derrota da Inglaterra na final da Eurocopa

Redação Publicado em 12/07/2021, às 08h17

Jogadores da Inglaterra sofrem insultos racistas após final da Eurocopa - Getty Images
Jogadores da Inglaterra sofrem insultos racistas após final da Eurocopa - Getty Images

Neste domingo, 11, a grande final da Eurocopa foi disputada entre Itália e Inglaterra, e a Azzurri se tornou a grande campeã.

A Inglaterra abriu o placar com Luke Shaw aos dois minutos do primeiro tempo e viu a Itália crescer, pressionar e criar cada vez mais oportunidades. No segundo tempo, Bonucci empatou a partida, que foi decidida nas penalidades. Gianluigi Donnarumma foi o grande nome, defendendo dois pênaltis e garantindo o título para os italianos.

A estratégia de Gareth Southgate foi muito criticada, já que deixou grandes jogadores no banco de reservas durante grande parte da partida. Entre eles, Jadon Sancho, grande promessa do futebol mundial, e Marcus Rashford foram alguns dos que tiveram poucos minutos com a camisa da seleção inglesa durante a competição.

Neste jogo, ambos os jogadores entraram em campo praticamente nos acréscimos da prorrogação e mal tocaram na bola antes da disputa de pênaltis. Sem ritmo de jogo, o resultado no momento das penalidades não poderia ser outro: Rashford parou na trave e Sancho, em Donnarumma.

Após a derrota, ambos os jogadores, junto com Bukayo Saka, que perdeu o último pênalti, foram alvos de insultos racistas em suas redes sociais e receberam comentários com emoticons de macacos e inúmeros xingamentos.

Responsável pela organização do futebol inglês, a Football Association se pronunciou sobre o ocorrido em nota oficial.

"A FA condena fortemente todas as formas de discriminação e está chocada com o racismo online que tem se dirigido a alguns de nossos jogadores da Inglaterra nas redes sociais. Não poderíamos deixar mais claro que alguém por trás de tal comportamento nojento não é bem-vindo na torcida da equipe. Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para apoiar os jogadores afetados e, ao mesmo tempo, pedir as punições mais duras possíveis para todos os responsáveis.", publicou.

Além disso, a UEFA também fez questão de se posicionar e de prestar apoio aos jogadores.

"A UEFA condena veementemente o repugnante abuso racista, que não tem lugar no futebol ou na sociedade, dirigido a vários jogadores ingleses nas redes sociais após a final do Eurocopa. Apoiamos os jogadores e o apelo da FA Inglesa pelas punições mais fortes possíveis.", publicou em sua conta oficial do Twitter.

Após o jogo, Gareth Southgate isentou os jogadores da culpa do fracasso durante a disputa de pênaltis, e revelou que ele, técnico, é quem definiu os batedores, se baseando no que via durante os treinamentos da seleção.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!