Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » VISH!

Após golear o Arsenal, Pep Guardiola sai em defesa de Arteta nos Gunners: "Ele precisa de tempo"

Treinador do Manchester City destacou algumas características de seu ex-auxiliar

Redação Publicado em 23/12/2020, às 09h45 - Atualizado às 10h46

Guardiola e Arteta em ação
Guardiola e Arteta em ação - GettyImages

A fase do Arsenal e de Mikel Arteta não é das melhores. Sem conseguir fazer o time londrino melhorar suas exibições dentro de campo, o espanhol corre risco de deixar o comando dos Gunners nos próximos dias, principalmente depois da goleada sofria para o Manchester City.

 

Na última terça-feira, 22, pela Carabao Cup, em partida das quartas de final, o Arsenal perdeu por 4 a 1 para os citizens e deixou a competição de maneira vexatória. Em entrevista coletiva, após o jogo, Pep Guardiola quebrou o silêncio sobre a permanência de Arteta nos Gunners. 

De acordo com o catalão, seu ex-auxiliar não precisa de ninguém dizendo o que precisa fazer para mudar essa situação na qual se encontra. Segundo o técnico do City, Arteta possui todas as condições para reverter o momento difícil no qual seu elenco se encontra. 

"Não falei com ele, falaremos nos próximos dias. O que posso dizer? Todos técnicos são julgados pelos resultados, todo mundo sabe disso. Eu não vou ser o cara que  ele precisa para defendê-lo, porque Mikel se defende perfeitamente. Tudo o que posso dizer é que estive com ele por um longo período, o momento de maiores conquistas na história desse clube e não teríamos o sucesso que tivemos sem ele. Aprendi muito com ele, é um ser humano e técnico incrível", disse. 

Pep Guardiola saiu em defesa de seu companheiro de profissão e pediu mais tempo para que Arteta possa colocar suas ideias em prática. 

"As vezes no nosso trabalho precisamos de tempo. Ele ganhou dois títulos, depois teve a situação da pandemia, sem torcida e eles tiveram muitas lesões. Eu conheço sua proposta, sei o que ele quer fazer. Ele precisa de tempo", explicou. 

Ele ainda concluiu: "Não sou o cara que diz o que você tem que fazer. Nem mesmo uma sequência de resultados ruins, em  um curto espaço de tempo, vai me fazer mudar de opinião sobre ele. Ele é um excelente técnico. Coloca o clube na frente de qualquer outra decisão que ele tenha que tomar".

Além de ter sido eliminado da Copa da Inglaterra para um de seus maiores rivais, o Arsenal também vive fase complicada na Premier League. Os Gunners não venceram os últimos cinco jogos, ocupam a 15ª colocação e estão a quatro pontos da zona de rebaixamento.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!