Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Após eliminação, Renato Gaúcho entrega cargo, mas diretoria não aceita

Renato Gaúcho colocou seu cargo à disposição da diretoria depois de ser apontado pelo torcedor do Flamengo como responsável pela eliminação na Copa do Brasil

Redação Publicado em 28/10/2021, às 07h02

Renato Gaúcho, treinador do Flamengo - GettyImages
Renato Gaúcho, treinador do Flamengo - GettyImages

A noite desta quarta-feira, 27, não foi nada boa para o torcedor do Flamengo com a eliminação da equipe na Copa do Brasil. Com o jogo ainda rolando, era possível ouvir a torcida colocando Renato Gaúcho como principal responsável pela queda na competição, e depois do confronto, o treinador resolveu entregar o seu cargo à diretoria, que não aceitou.

De acordo com a informação publicada pelo site "Globo Esporte", depois que chegou ao vestiário do Flamengo, abalado com a derrota por 3 a 0, Renato Gaúcho informou que o cargo de técnico estava em aberto, mas logo sua decisão foi derrubada por Marcos Braz e Bruno Spindel, ainda dentro do Maracanã.

No entanto, a publicação destaca que o clima na Gávea não está nada positivo, e que no momento em que o treinador entregou o cargo, ele disse estar se responsabilizando pelos recentes resultados ruins conquistados pelo Flamengo, principalmente depois de um início de temporada tão forte como aconteceu com sua chegada.

Em seguida, Marcos Braz e Bruno Spindel disseram que contavam com o treinador para a sequência da equipe na temporada, e o fizeram reconsiderar a ideia de ir embora. Diante dos jogadores, os dirigentes apontaram que eles eram os únicos que poderiam mudar o atual momento do time, e reforçou o voto de confiança depositado em Renato.

Porém, a publicação ainda aponta que dentro do Ninho do Urubu, o questionamento sobre a forma de comando de Renato Gaúcho, principalmente com o conteúdo das atividades passadas, se tornou recorrente, com relatos de muito trabalho coletivo, seja no campo aberto ou reduzido, e pouco foco nas questões táticas em específico.

Com mais essa derrota, a sequência de atuações ruins do Flamengo subiu para quatro, sendo dois empates e duas vezes que não saiu feliz de campo, contando a Copa do Brasil, e também os compromissos pelo Brasileirão. Por conta disso, a cobrança sobre Renato Gaúcho se tornou muito maior, e o clima ficou mais tenso nos bastidores do clube.

Na entrevista coletiva, já com o cargo assegurado pelos dirigentes do Flamengo, Renato Gaúcho adotou o mesmo discurso que foi apresentado por ele na hora em que decidiu deixar de ser o comandante da equipe, de que toda a responsabilidade sobre os recentes resultados negativos da equipe era toda dele, tirando o peso dos atletas.

"Se tem um culpado aqui, esse único culpado sou eu. Responsabilidade toda minha. O grupo não teve culpa de nada. O Athletico foi quatro vezes e conseguiu fazer três gols. O Flamengo criou mais de 20. Um time desorganizado não consegue criar assim", apontou o treinador ainda com o clima quente depois da eliminação por 3 a 0.

Durante a partida, além de responsabilizarem o treinador pela derrota, e a consequente queda na disputa da Copa do Brasil, o torcedor do Flamengo presente no Maracanã também lembrou do bom momento da equipe sob o comando do português Jorge Jesus, e com cantos de "Olê, ole, Mister" deixou clara a sua insatisfação com o atual técnico.

Agora, a situação fica um pouco mais complicada, já que mesmo com os recentes resultados e atuações, o Flamengo ainda tem a decisão da Libertadores, contra o Palmeiras, em novembro, para disputar. No entanto, a ideia é um passo de cada vez, e neste sábado, 30, às 19h (horário de Brasília), pega o Atlético-MG, no Maracanã, pela 29ª rodada do Brasileirão.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!