Sportbuzz
Testeira
Futebol / BRASILEIRÃO!

Após derrota para ao Flamengo, Sylvinho avalia primeiro tempo do Corinthians: "Atuação muito ruim"

Sylvinho, treinador do Corinthians, não poupou críticas ao elenco depois do 3 a 1 aplicado pelo Flamengo

Redação Publicado em 01/08/2021, às 20h22

Sylvinho comenta atuação do Corinthians diante do Flamengo - Transmissão Corinthians TV
Sylvinho comenta atuação do Corinthians diante do Flamengo - Transmissão Corinthians TV

Depois da derrota do Corinthians por 3 a 1, para o Flamengo no Brasileirão, neste domingo, 1, o técnico Sylvinho não poupou críticas ao elenco Alvinegro. Ainda ponderando as avaliações, o comandante apontou para as falhas em um jogo no qual o Timão foi completamente dominado.

 

"Foi um primeiro tempo muito ruim, apático, não estivemos bem no jogo, não porque não quisemos, mas estivemos mal no jogo. Isso nos custou praticamente a partida, três gols, você fica numa situação muito difícil e ruim para voltar para o segundo tempo. Um adversário qualificado, com grandes jogadores, mas nosso primeiro tempo não foi bom, pouca força na marcação, não tivemos a bola, não atacamos, e demos o resultado ao adversário. Realmente foi uma atuação muito ruim", disse em entrevista coletiva antes de completar.

"Vou além, nós não incomodamos e também não fomos eficazes no nível defensivo, de sustentação. O adversário acabou tendo um amplo domínio. Por isso a chateação do resultado do primeiro tempo, que nos trouxe problemas. Não é que não incomodamos, mas também não tivemos eficácia defensiva. Isso não deixa ninguém contente nem feliz", concluiu.

Na partida deste final de semana, o Flamengo praticamente decretou tudo encerrado ainda no primeiro tempo, quando fez 3 a 0. No segundo, ainda teve um gol de Bruno Henrique anulado por toque de mão.

A partir daí, o Corinthians ficou mais com a bola e conseguiu diminuir em um chute de fora da área de Vitinho. No entanto, Sylvinho minimizou o controle Alvinegro no fim do jogo.

"Não houve um poder ofensivo no fim. Houve duas ou três jogadas isoladas, ainda conseguimos um gol bonito, numa bola desviada, e um chute do Mateus Vital que tocou na trave, mas foram jogadas de longe, não quero acreditar que chutes de 30 metros vão no gol sempre. Você pode chutar dez e vai uma dentro. Lutamos o segundo tempo para nos mantermos no jogo, para tentar um gol, de repente um segundo. Tivemos ali, mas não com tanto poder ofensivo. Foi com consistência, luta, tentando reverter um resultado contra um rival qualificado e experiente", apontou o treinador.

Mesmo com a derrota já encaminhada, o treinador destacou a força de vontade do grupo, que continuou acreditando, e resultou no gol.

"Corinthians é Corinthians, é não desistir, lutar e se entregar. Tem se entregado, tem sido uma equipe organizada, que luta e que entrega. Às vezes num ganha. Hoje foi o contrário, não tivemos força ofensiva nem defensiva. Não foi eficaz, ficamos expostos muito tempo. Pode ser a qualidade do adversário, mas para mim não quer dizer tudo. Poderíamos ter feito um primeiro tempo muito melhor. Tivemos momentos difíceis, fomos envolvidos e o jogo ficou perigoso ainda mais", finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!