Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » LAMENTÁVEL!

Após derrota do Santos na Libertadores, Vila Belmiro aparece pichada: "Time pipoqueiro"

Santos perdeu para o Barcelona de Guayaquil na Libertadores em sua casa, na Vila Belmiro

Redação Publicado em 21/04/2021, às 18h24

Vila Belmiro amanhece pichada após derrota do Santos na Libertadores
Vila Belmiro amanhece pichada após derrota do Santos na Libertadores - GettyImages
A derrota do Santos para o Barcelonade Guayaquil na estreia da equipe na fase de grupos Libertadores não pegou mal apenas dentro de campo. Durante a madrugada, os muros da Vila Belmiro foram pichados com frases de protesto contra o clube.
 
 
 
 
Os muros do local da partida amanheceram com dizeres como "Acabou a paz", "Tetra é obrigação", "Time pipoqueiro" e "Vergonha". O protesto foi publicado inicialmente por ATribuna.com.br e o Santos limpou as pichações já nesta quarta-feira, 21, pela manhã.
 
O movimento foi visto com surpresa internamente, já que a derrota para o Barcelona de Guayaquil foi ainda pela primeira rodada da fase de grupos, depois de o time passar com sucesso por duas etapas anteriores da Libertadores.
 
Agora, o Santos entra em campo novamente nesta sexta-feira, 23, às 22h15 (horário de Brasília), para enfrentar o Novorizontino, pelo Campeonato Paulista, fora de casa. No domingo, 25, tem clássico com o Corinthians, e a Libertadores volta na terça-feira, 27, contra o BocaJuniors, na Argentina.
 
A reapresentação do elenco depois da derrota para o Barcelona foi já nesta quarta-feira.
 

Como foi o jogo

 
Nesta terça-feira, 20, o Santos estreou na Libertadores e acabou sendo surpreendido pelo Barcelona-EQU. O Peixe fez uma partida muito apagada e não contou com Marinho e Soteldo ativos, dessa forma, os rivais equatorianos se aproveitaram e venceram por 2 a 0. 
 

A primeira etapa entre as duas equipes foi bastante movimentada, mas com Peixe tendo dificuldades de criar chances de gol. Buscando envolver os rivais equatorianos, as melhores oportunidades saíram de jogadas com Marinho e Marcos Leonardo, os grandes destaques do Santos na estreia do time na Libertadores. 

O camisa 11 finalizou de fora da área em dois lances. No primeiro, a tentativa saiu numa cobrança de falta, porém acabou saindo pela linha de fundo. Na outra, ele tentou emendar um chute venenoso e acabou parando no goleiro rival. 

Porém, o Santos realmente ficou perto de fazer 1 a 0 com Marcos Leonardo. O garoto chamou a responsabilidade e tabelou com Marinho. O craque do Peixe deixou a joia alvinegra em boas condições para finalizar e o garoto acabou acertando apenas a rede pelo lado de fora. 

Enquanto isso, o Barcelona-EQU também fez um primeiro tempo de muita pressão na saída de bola dos rivais brasileiros. A equipe chegou bem em jogadas pela esquerda, porém João Paulo se comportou bem e fez defesa importantes para evitar que os visitantes ficassem na frente. 

Já no segundo tempo, esperava-se o Santos tendo ainda mais a posse de bola e abrindo o placar contra o Barcelona. Mas não foi bem isso que aconteceu e o Peixe levou um gol logo no começo da etapa final, que obrigou o time de Ariel Holan a se soltar mais e buscar o resultado. 

Emmanuel Martínez recebeu a bola em profundidade na área e deu um belo toque para Garcés, mais atrás, que finalizou sem marcação para colocar os equatorianos na frente. No lance, a defesa do Santos acabou vacilando e dando espaços para os rivais tabelarem. 

E o responsável por dar um ótimo passe para Garcés também quase ampliou o placar. Emmanuel Martínez viu espaço e arriscou uma bomba de longe, o chute parecia despretensioso e quase surpreendeu João Paulo, que viu a finalização explodir no travessão e sair pela linha de fundo. 

Vendo o Barcelona-EQU crescer no jogo, Ariel Holan colocou Lucas Braga na partida. O atacante deu um pouco mais de mobilidade para o ataque santista, criou algumas oportunidades, mas quem encontrou as redes foram os rivais equatorianos com um gol contra de Pará

Damían Díaz recebeu a bola na direita, saiu em velocidade e tocou para Hoyos, que se projetou em velocidade. O cruzamento saiu rasteiro, Garcés tentou desviar a bola para o gol, porém foi Pará quem acabou mandando contra o próprio gol e deixando os adversários em situação confortável no jogo. 

Após sofrer o segundo gol, o Peixe continuou tentando entrar na defesa rival, mas Marinho e Soteldo não viveram uma noite muito agradável. Ambos até tentaram fazer algumas jogadas, porém acabaram ficando apagados ao longo dos 90 minutos graças aos defensores rivais. 


 
 
 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!