Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » CULPADO

Após atuação ruim do Cruzeiro, Felipe Conceição assume culpa, mas garante que time está no caminho certo

Treinador justificou o revés do time para a Caldense, no Campeonato Mineiro

Redação Publicado em 04/03/2021, às 08h10

Felipe Conceição, treinador do Cruzeiro durante entrevista coletiva
Felipe Conceição, treinador do Cruzeiro durante entrevista coletiva - Reprodução / Youtube / TV Cruzeiro

O Cruzeiro deixou uma boa impressão e esperança de um campeonato mais consistente depois do empate diante do Uberlândia, pelo Campeonato Mineiro. Porém, durou pouco, já que a equipe perdeu para a Caldense por 1 a 0 nesta quarta-feira, 3.

No jogo, a equipe mostrou dificuldades defensivas e também ofensivas, como um reflexo do futebol do ano passado.

Após a partida, o treinador Felipe Conceição assumiu a culpa pelo resultado, admitiu a atuação ruim, mas mostrou confiança de que o trabalho e a filosofia, que estão sendo implantados, darão frutos.

Para ele, o time inteiro não foi bem na derrota para a Caldense e por isso, a culpa pelo resultado deve cair em suas costas.

"Não foi o Pottker, não foi atleta individualmente que teve atuação abaixo. Foi a equipe, e aí a responsabilidade é minha, não é deles. Estamos nos aplicando, os jogadores buscaram empate/vitória até o final. Se tem culpado do resultado do jogo de hoje, sou eu. A gente vai continuar trabalhando, porque entende o início do trabalho e projeto. E a insatisfação da torcida é nossa. Garanto que, daqui um tempo, o Cruzeiro vai estar forte e a própria torcida, que está insatisfeita, vai estar comemorando com a gente", disse.

Com esse resultado, o Cruzeiro tem apenas um ponto em dois jogos disputados. Na opinião de Felipe Conceição, as dificuldades apresentadas pelo time também são reflexo da mudança de filosofia e de trabalho.

"É filosofia nova de trabalho, gera dúvidas no atleta pelo tempo de trabalho e pela diferença de filosofia. Só o tempo nos dará consistência, saber fazer e reagir rápido. Com o tempo virá e, dentro dessa caminhada, vamos trabalhar muito para otimizar o padrão da equipe, que foi mostrado no primeiro jogo", explicou.

O treinador ainda exemplificou algumas situações de jogo e ampliou sua análise, citando que a Caldense também mostrou estar com mais ritmo de jogo.

"É muito da responsabilidade da mudança de filosofia. Jogar com linha alta com equipe acostumada a jogar em bloco baixo, cria dúvidas. Enfrentamos uma equipe que está com ritmo de jogo a frente. Esse tempo perdemos no jogo de hoje. Equipe adversária sempre estava um passo à frente, antes, da nossa movimentação. Isso nos trouxe dificuldade. Mas faz parte do processo. Bem normal a primeira linha saber se sobe ou desce. Isso teremos no início do processo. Com certeza, ao longo do tempo, não teremos isso. Teremos fluidez maior, com mais compactação defensiva", analisou.

Para finalizar, o técnico garantiu ter certeza da filosofia e do trabalho que estão sendo implantados na Toca da Raposa, dizendo ainda que o Cruzeiro será um time forte e dará alegrias à torcida na temporada.

"Construção é de maneira geral. Não trabalhar parte tática, física e mental também. Tem realmente essa parte nova de filosofia, tem o momento do ano passado. Estamos buscando alternativas para superar isso. Não é derrota que vamos desviar do caminho. Estamos no caminho certo. Vamos evitar o desequilíbrio mental, quanto a parte tática, técnica, física. As coisas, naturalmente, vão evoluir. A torcida do Cruzeiro pode ter certeza que o Cruzeiro vai estar forte na temporada", finalizou.


 
 

 

 

 

 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!