Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » UAU!

Antigos companheiros de Ronaldo Fenômeno revelam motivo pelo qual o craque se tornou ídolo mundial; confira!

Ex-jogador impressionava com seu estilo de jogo e humildade dentro e fora dos gramados

Izabella Macedo Publicado em 03/06/2020, às 15h28

Antigos companheiros de Ronaldo Fenômeno revelam motivo pelo qual o craque se tornou ídolo mundial
Antigos companheiros de Ronaldo Fenômeno revelam motivo pelo qual o craque se tornou ídolo mundial - GettyImages

Durante sua passagem pelo futebol internacional, Ronaldo Fenômeno era o terror da defesa de qualquer time. Parar o atacante não era tarefa fácil, além da sua habilidade com a bola, o jogador se destacou também pela sua humildade dentro e fora de campo.

Sua brilhante carreira lhe rendeu a conquista de dois troféus da Bola de Ouro e também a conquista da Copa do Mundo de 2002, onde ficou ainda mais conhecido pelo seu corte de cabelo na semifinal.

No entanto, enganam-se aqueles que pensam que a supremacia de Ronaldo se deu pelo seu inovador corte de cabelo. Os esforços do jogador em campo foram ainda mais dignos de comentários e elogios, principalmente depois da conquista dos prêmios individuais.

No clássico entre Real Madrid e Barcelona, Ronaldo foi uma das estrelas da partida e por esse motivo, os ex-companheiros de equipe do brasileiro revelam o motivo pelo qual Ronaldo Fenômeno se tornou um ídolo mundial.

Aqueles que tiveram a oportunidade de jogar do lado dele destacam sua velocidade, humildade e a maneira como ele deixou o Manchester United.

Em entrevista ao jornal espanhol Marca, Roberto Carlos, amigo íntimo de Ronaldo, elogiou a capacidade técnica do atleta.

"Conheço Ronnie desde 1993. Quando começamos a tocar juntos, participei de quase tudo o que Ronaldo viveu em sua carreira desde então", iniciou.

"Quando ele estava na Inter, eu sempre conversava com ele para descobrir como ele estava e ele me dizia o que estava acontecendo", continuou.

"Foi na equipe brasileira que dividimos mais tempo juntos, dividimos uma sala em todos os encontros internacionais", contou.

O jogador, que recentemente contou que Cristiano Ronaldo e Messi não conseguiriam chegar aos pés do brasileiro, que é considerado como único, comentou sobre a parceria com Fenômeno.

"Sempre nos víamos, eu terminava o treinamento e ia para a casa dele, ou ele vinha até mim, passávamos o tempo todo juntos", disse.

"Ele era o melhor atacante do mundo, nos deu muita confiança. A chave para se defender contra ele era impedi-lo de receber a bola", finalizou.

Ronaldo ainda pôde contar com a parceria de Oscar Garcia, quando ambos jogaram sob o comando de Sir Bobby Robson no Camp Nou pela temporada 1996/97. O atleta diz ter testemunhado seu ritmo e humildade enquanto usava a camisa do Barcelona.
 
"Tive a sorte de estar muito perto dele para alguns de seus objetivos, vi o quão rápido ele estava se movendo, era até difícil pegá-lo para comemorar gols, ele ainda estava na mesma velocidade".
 

"Desde os primeiros treinos, vimos que ele era um jogador diferente e que nos ajudaria muito".

"Você sabia que ele seria uma estrela do mundo, e ele era, mas o que mais chamou minha atenção foi sua humildade, ele tratou todo mundo da mesma forma e sempre estava sorrindo e brincando, ganhou confiança muito rapidamente".

"Até a chegada de Messi, eu não tinha visto um jogador que dirigia com a bola a essa velocidade. Só vi ele e Messi fazerem isso".

"Tive a sorte de ter muitos ótimos companheiros de equipe, mas sem dúvida Ronaldo está entre os três primeiros", finalizou.

Um dos treinadores do brasileiro em sua passagem pelo futebol internacional foi Abelardo Fernandez, que também relembrou sua experiência ao lado Ronaldo enquanto jogava pelos gigantes catalães.

"Ele foi espetacular, o atacante mais poderoso com quem já joguei".

"Eu só trabalhei com ele por uma única temporada no Barcelona, ​​mas acho que foi a melhor temporada dele, ele tinha apenas 20 anos".

"Seu gol contra Compostela ilustrou perfeitamente o que Ronaldo era naquele momento, tinha tudo: força, velocidade, controle da bola e o gol estava sempre na sua linha dos olhos", contou.

Um dos melhores momentos na carreira de Ronaldo Fenômeno aconteceu nas quartas de final da Ligas dos Campeões de 2002/03 contra o Manchester United.

Na oportunidade, ele fez um hat-trick sensacional no estádio Old Trafford e foi ovacionado de pé pelos apoiadores da oposição.

O Real Madri se classificou para as semifinais, apesar de ter perdido por 4-3 em uma noite histórica em 2003, com a vitória por 3 x 1 no Bernabéu na primeira mão, dando à equipe espanhola uma vitória por 6-5 no total.

O ex-companheiro Tote tinha uma vista privilegiada do lado do campo da extraordinária atuação de Ronaldo.

"Em Old Trafford eu estava no banco, praticamente sentei com os torcedores e você notou o quanto eles tinham respeito por ele".

"Ele marcou três gols e eles o aplaudiram, você pode sentir o medo e o vazio em um estádio quando ele pegou a bola, que só é administrada pelos verdadeiros grandes".

"Ronaldo era muito bom com as pessoas, mesmo com um jovem como eu".


5 itens que os torcedores do Real Madrid vão amar

1- Mochila G Sport Real Madrid - https://amzn.to/2BAyFO7

2- Caneca Scandinavia Real Madrid - https://amzn.to/31DrYp5

3- Livro Maquete 3D Estádio Real Madrid Bernabéu - https://amzn.to/2WbfsMC

4- Placa Decorativa Real Madrid - https://amzn.to/32QuM3P

5- Boné Real Madrid  - https://amzn.to/2BEbjXO

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!