Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Antes do Mundial de Clubes, craque do Chelsea é detonado; entenda!

"Nem que se chamasse Messi", disse o treinador de Marroco sobre o craque do Chelsea; meia vai disputar o Mundial de Clubes

Redação Publicado em 04/02/2022, às 11h59

Jogador do Chelsea foi alvo de muitas críticas por parte do treinador de Marrocos antes do Mundial de Clubes - GettyImages
Jogador do Chelsea foi alvo de muitas críticas por parte do treinador de Marrocos antes do Mundial de Clubes - GettyImages

Considerado um dos principais nomes do Chelsea, Ziyech foi alvo de grandes polêmicas nesta sexta-feira, 4, depois que o treinador de Marrocos deu declarações fortes sobre o atleta. Na véspera do Mundial de Clubes, Vahid Halilhodziv deixou claro que o meio-campista não demonstra comprometimento ao seu país e já chegou a fingir lesões. 

Em entrevista para a "Goal", o técnico de Marrocos garantiu que o meio-campista não era comprometido com a seleção local e gerava uma série de atritos no vestiário. Considerado o principal nome do futebol marroquino, Ziyech vem ganhando espaço no elenco do Chelsea e sua ausência na Copa das Nações Africanas não foi muito bem vista. 

 

Para explicar o motivo da não convocação do craque na competição mais importante do continente africano, Vahid Halilhodziv revelou que o atleta do Chelsea não era uma boa influência para o vestiário. O treinador de Marrocos garantiu que "nem se chamasse Messi", o meia estaria na lista para a disputa do torneio. 

Não posso convocar um jogador como Ziyech. Nem que se chamasse Lionel Messi. É alguém que pode arruinar o ambiente no vestiário", revelou Vahid Halilhodziv sobre a postura do meia do Chelsea.
Ziyech em ação pelo Chelsea
Zyech tem se destacado com a camisa do Chelsea nesta temporada e é uma esperança no Mundial de Clubes (Crédito: GettyImaes)

 

Mas as revelações do treinador de Marrocos em relação a Ziyech não pararam apenas nisso. O comandante da seleção marroquina, que caiu nas quartas de final da Copa das Nações Africanas para o Egito, informou que o craque do Chelsea chegou a fingir uma lesão para não jogar. De acordo com ele, os exames não apontavam nada e o atleta insistia que havia algo de errado. 

"Pela primeira vez na minha carreira de treinador tive um jogador da seleção que não queria treinar e dizia que estava lesionado. Mesmo com os exames médicos mostrando que estava apto. Não posso tolerar esse tipo de comportamento e não vou implorar para ele voltar", finalizou.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!