Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » REVELAÇÃO!

Antes de Seedorf, ex-presidente do Botafogo fez propostas por Ronaldinho, Deco e Diego: “Queríamos um grande camisa 10”

Clube de General Severiano deixava claro o quanto buscava um jogador de expressividade para vestir a 10

Pedro Ungheria Publicado em 15/05/2020, às 08h30

Clube carioca tentou outras saídas antes de recorrer à contratação de Seedorf
Clube carioca tentou outras saídas antes de recorrer à contratação de Seedorf - Instagram

O ano era 2012! O futebol brasileiro em uma crescente especial, times fortes disputando títulos, ganhando competições em nível internacional e mundial, tudo isso fez com que os mandatários na época fizessem de tudo para reforçar suas equipes. Assim, os mesmos não pensaram duas vezes em dispensar esforços para dar bastante alegria para os torcedores e criar um time competitivo.

Em uma recente entrevista para o AM Canal, do jornalista André Marques, o ex-presidente do Botafogo, Maurício Assumpção falou sobre a linha de raciocínio que seguiu no momento em questão. Antes de confirmar a negociação com o ídolo holandês Clarecen Seedorf, eles tiveram algumas outras opções de camisa 10 para o Glorioso.

"Sempre quisemos contratar um grande 10. Nossa primeira tentativa foi o Deco. Depois, fizemos investida no Diego. Também tentamos o Ronaldinho. Por último, Seedorf", revelou.

Após a afirmação que Seedorf foi a última das opções entre as que tinham em mente, o ex-mandatário deixou claro que não se arrepende nem um pouco da decisão, afinal, o experiente jogador escreveu seu nome na história do clube.

Em justificativas, ele deixou claro o que foi empecilho em cada uma das negociações, enquanto alguns tinham salários que fugia da realidade, outros o ex-presidente classifica com falta de sorte o fato de não conseguir contar com o jogador em General Severiano.

"Eu e o André Silva sempre quisemos contratar um grande camisa 10. Nossa primeira tentativa foi o Deco, mas o Fluminense foi mais feliz do que a gente nas tratativas. Depois, com o Capita. (Carlos Alberto Torres), fizemos uma investida num jogador que era um astro do futebol internacional, mas que também não deu certo e que eu prefiro não revelar o nome. Depois fizemos uma investida no Diego, fui pessoalmente à Alemanha, mas na época o salário era totalmente fora da nossa realidade. Nosso nível de conversa foi elevadíssimo, o Diego é um cara especial para se tratar, dialogar, iria fazer uma diferença bem importante. Depois tentamos o Ronaldinho Gaúcho, as tratativas foram com Assis. Por último, o Seedorf, através do Serginho, que foi lateral do São Paulo e do Milan e quem fez o meio-de-campo com alguns empresários aqui no Brasil", contou Assumpção.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!